Valor do patrimônio declarado por Melo é o maior entre prefeitos; Ashiuchi é o segundo maior

No total, Ashiuchi informou à Justiça Eleitoral ter R$ 872.432,10, a maior parte desse valor em terrenos. Em 2016, quando foi eleito, o prefeito suzanense havia declarado R$ 171.200.

Os patrimônios declarados pelos sete prefeitos que disputam a reeleição no Alto Tietê somam aproximadamente R$ 3,3 milhões. Marcus Melo (PSDB) de Mogi das Cruzes é o candidato que possui o maior valor em bens declarados. De acordo com dados do  Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Melo informou à Justiça Eleitoral um patrimônio de mais de R$ 1,3 milhão.
O patrimônio do prefeito de Mogi manteve-se semelhante ao da última eleição. Em 2016, quando se elegeu para o primeiro mandato, foram declarados 1.340.192,53, e neste ano, são R$ 1.303.337,25. O montante inclui ações, um apartamento e parte em dinheiro em espécie.
O segundo maior patrimônio declarado é do prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL). No total, Ashiuchi informou à Justiça Eleitoral ter R$ 872.432,10, a maior parte desse valor em terrenos. Em 2016, quando foi eleito, o prefeito suzanense havia declarado R$ 171.200.
Em terceiro lugar no ranking entre os prefeitos da região, está Walter Tajiri (PTB), de Biritiba Mirim, que declarou R$ 655 mil. Nas eleições municipais passadas, Tajiri foi eleito como vice e declarou um carro de R$ 18 mil. Em seguida, o prefeito de Ferraz de Vasconcelos, José Carlos Fernandes Chacon, o Zé Biruta (Republicanos), informou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 290.735, valor que inclui uma casa. Em 2016, Zé Biruta havia declarado R$ 300 mil.
Em Salesópolis o prefeito Vanderlon Oliveira Gomes (PL) declarou R$ 163.716,81, quase a metade do que havia declarado quatro anos antes quando disputou a prefeitura. O patrimônio informado foi de R$ 309.767,75 na época. Quem também informou um patrimônio inferior ao declarado quando se elegeu foi o prefeito de Poá, Gian Lopes (PL). Para as eleições  desse ano, o candidato à reeleição declarou R$ 96.157,50 em bens, enquanto, em 2016, o patrimônio de Lopes somava R$ 118.086,85.
A única prefeita da região, Fábia Porto (PRTB) de Santa Isabel não informou nenhum bem neste ano. A candidata declarou R$ 99 mil em seu nome em 2016.
Com Informações: Portal News
Fechar Menu