Suzano garante o fornecimento de remédios para a população

Novo galpão, localizado no Jardim Vitória, será o espaço responsável para estocar e distribuir os medicamentos. O secretário de Saúde Luis Claudio Rocha Guillaumon, ainda garantiu ser inverídica a falta de materiais primários nos postos de saúde como luvas, algodão, gases, esparadrapos, fios de sutura, aventais e lençóis. 

 
Foto: Wanderley Costa
O novo Centro de Abastecimento Farmacêutico (CAF) de Suzano, localizado no Jardim Vitória, começará a ser utilizado neste mês pela Prefeitura. A unidade acarretará na desativação de dois galpões alugados, na região central da cidade, para o estoque de medicamentos públicos.
 
Com isso, a administração municipal garantirá o fornecimento pleno de remédios para toda a população, por meio das unidades de saúde da cidade.
A intenção da Secretaria de Saúde é utilizar o novo espaço como um estoque de grande porte para manter as Unidades Básicas de Saúdes (UBSs) abastecidas de antibióticos, antibacterianos, antissépticos, anti-inflamatórios, além de todos os 257 itens oferecidos na cesta de remédios, preconizados pelo Ministério da Saúde.
 
Além da economia gerada, que supera R$ 2 mil mensais, em comparação ao aluguel pago nos dois galpões atualmente em funcionamento, a nova instalação do CAF será 100% informatizada. Ou seja, a Secretaria Municipal de Saúde reestruturou o sistema logístico de controle e distribuição de medicamentos.
 
Mesmo com os avanços obtidos neste ano, o Poder Público Municipal trabalha com a dotação orçamentária planejada na administração anterior. “No momento, estamos no aguardo de algumas empresas para entrega de medicamentos específicos. No entanto, vale reforçar, que a população não fica sem remédios quando é necessário. Também é inverídica a informação de que estariam faltando materiais primários nos postos de saúde como luvas, algodão, gases, esparadrapos, fios de sutura, aventais e lençóis. Todos esses itens estão devidamente disponíveis”, explicou o secretário de Saúde, Luis Claudio Rocha Guillaumon.
 
Pronto-Socorro
 
O secretário de Saúde reiterou sobre o Pronto Socorro Municipal, desmentindo supostos problemas de infraestrutura e a ausência de cadeiras de rodas para os pacientes do local. A unidade atende, em média, de 800 a mil pessoas diariamente, inclusive de cidades vizinhas a Suzano (cerca de 30% da demanda). Com a utilização das dependências do local pelo público numeroso, a manutenção é feita de forma contínua para evitar a degradação natural dos ambientes.
 
Quanto às cadeiras de rodas, a pasta informou que, atualmente, há 12 à disposição do público no PS.
“Desde o início deste ano, o atual governo investe no aprimoramento da unidade, ampliando o atendimento nos consultórios, com três pediatras, três clínicos gerais e dois cirurgiões todos os dias, e melhorando a estrutura e o aspecto do local. Inclusive, tal situação não passou despercebida pelo Legislativo, que concedeu recentemente, após aprovação dos vereadores, uma Moção de Aplauso à equipe do PS Municipal”, concluiu o secretário.
 
Com Informações: Portal News

Deixe uma resposta

Fechar Menu