Suzano e Itaquaquecetuba têm mais de 150 pets disponíveis para adoção
Foto: Reprodução

Suzano e Itaquaquecetuba têm mais de 150 pets disponíveis para adoção

Quem tem interesse em adotar um pet deve ficar atento aos projetos de adoção das Prefeituras de Suzano e Itaquaquecetuba, na região do Alto Tietê.

Juntos, eles reúnem 152 animais, entre gatos e cachorros, de todas as idades.

O projeto ‘Baby, me Leva’ de iniciativa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Suzano, conduzida pelo Setor de Bem-Estar Animal, está com 60 animais disponíveis para adoção.

O projeto tem cães e gatos de diferentes portes, idades e gêneros, os animais podem ser visualizados no portal. Em caso de interesse, a pessoa pode entrar em contato com os cuidadores pelo telefone (11) 4745-2055 ou pelo email babymeleva@suzano.sp.gov.br. Desta forma, os servidores da prefeitura vão agendar uma visita para que o cidadão possa conhecer o animal de perto e, assim, oficializar a adoção.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, André Chiang, as equipes do setor trabalham constantemente para dar uma vida digna aos bichinhos acolhidos. “É um trabalho de doação e vigilância e, por isso, além dos eventos de adoção que organizamos periodicamente, mantemos o site em pleno funcionamento”, disse.

Itaquaquecetuba

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Itaquaquecetuba tem 92 animais disponíveis para adoção, sendo 72 cães e 20 gatos. A maioria dos animais foi resgatada da rua, segundo informações da administração municipal.

De acordo com a secretária de saúde, Ariana Julião, “o veterinário examina e, após serem vermifugados e castrados, são disponibilizados para adoção, então o adotante não precisa se preocupar com esses serviços”.

Quem tiver interesse em realizar a adoção, basta ir até o CCZ, que está localizado na rua Senador Canedo, 550, Chácara Cuiabá, das 10h30 às 16h. É necessário ser maior de 18 anos e apresentar documento de identidade. O telefone para contato é o (11) 4643-1947.

“É importante lembrar que abandono e maus-tratos a animais configura crime e pode gerar detenção de três meses a um ano. Quando for adotar um animal, lembre-se que está adotando uma vida que exige cuidados”, disse o prefeito Eduardo Boigues.

Com Informações: Notícias de Mogi

Fechar Menu