Prefeitura afasta transporte escolar por esquecer 2 crianças em frente à escola

Prefeitura afasta transporte escolar por esquecer 2 crianças em frente à escola

Segundo a secretaria, naquela unidade escolar o serviço de transporte escolar é terceirizado

A Secretaria de Educação de Suzano decidiu afastar a empresa de transporte escolar para apurar um suposto esquecimento de duas crianças em frente à Escola Waldemar Calil.
Segundo a secretaria, naquela unidade escolar o serviço de transporte escolar é terceirizado.
“De imediato, até que os fatos sejam apurados, a secretaria afastou a empresa que presta serviço daquela unidade e alocou o setor do Transporte Escolar próprio para dar continuidade ao serviço, sem prejuízo algum para os alunos da unidade”.
Segundo a Secretaria de Educação, independentemente do resultado da apuração, medidas serão tomadas para evitar que tal fato possa acontecer no futuro.
Na segunda-feira (11), duas crianças, de aproximadamente quatro anos de idade, foram esquecidas pelo transporte escolar. Os pais de outros alunos levaram as crianças até a secretaria da escola, que afirmou que o problema foi causado por conta da falta de funcionários.
O caso aconteceu durante a manhã de segunda-feira, por volta das 11h40. Pais que deixavam os seus filhos na escola avistaram duas crianças sozinhas próximas à entrada da escola. Uma das mães conseguiu conversar com as elas e percebeu que o ônibus escolar tinha partido deixando as crianças para trás.
De acordo com a auxiliar de enfermagem Roberta Romero, que é mãe de uma das crianças que estudam no local, as meninas estavam perdidas e com medo. “Um pai chegou perto de mim e perguntou se alguém conhecia alguma delas. Quando vi que elas estavam sozinhas, levei as garotinhas para a secretaria. Os funcionários ligaram para o ônibus que acabou retornado para buscá-las”, conta.
Outra testemunha foi o artesão Eduardo Tadashi Anraku. “No dia do ocorrido, eu estava com a minha filha a aproximadamente 50 metros do portão da escola. Avistei duas meninas aparentemente sem acompanhamento de algum adulto, elas estavam perdidas, pois nem tinham chegado a subir no ônibus”, explica.
“Espero que este caso sirva de alerta, não sei se a falha foi dos funcionários do ônibus ou da escola, mas por se tratar de duas crianças pequenas e que ficaram na rua sem rumo, sem orientação e incapazes de tomar decisões, este caso acaba sendo inadmissível”, finaliza Eduardo Tadashi.
A Secretaria Municipal de Educação está ciente do caso e já está averiguando a situação, com o intuito de evitar problemas semelhantes no futuro.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu