POLÍTICA – Após pedido do MP, Justiça decreta indisponibilidade de bens de delegado por acúmulo de funções na polícia e na Prefeitura de Suzano
Foto: Daniel Carvalho

POLÍTICA – Após pedido do MP, Justiça decreta indisponibilidade de bens de delegado por acúmulo de funções na polícia e na Prefeitura de Suzano

Segundo Ministério Público, Fátimo Aparecido Rodrigues acumulou as funções de delegado e de secretário municipal em Suzano entre janeiro de 2017 e janeiro de 2018. Fátimo informou que ainda não foi notificado, mas que vai recorrer da decisão.

Após avaliar pedido do Ministério Público (MP), o juiz Paulo Eduardo de Almeida Chaves Marsiglia, da 2ª Vara Cível de Suzano, determinou a indisponibilidade dos bens do delegado aposentado Fátimo Aparecido Rodrigues, no valor de R$ 110.045,89. Fátimo afirmou que vai recorrer da decisão.

Segundo o MP, Fátimo acumulou as funções de delegado de polícia e secretário municipal em Suzano entre janeiro de 2017 e janeiro de 2018.

Ainda de acordo com o Ministério Público, apesar de ter pedido a aposentadoria do cargo de delegado em dezembro de 2016, ela só foi concedida em janeiro de 2018. Portanto, para o MP, a função de secretário ocorreu entre o pedido de aposentadoria e a efetiva concessão dela, o que caracterizaria acúmulo indevido de funções.

Como a situação teve como resultado o recebimento de pagamentos feitos pela Fazenda Municipal de Suzano e nos vencimentos pela função de delegado de polícia, o MP pediu a indisponibilidade de bens.

O pedido foi deferido e ficou definido, de acordo com o Tribunal de Justiça, que o delegado deve apresentar manifestação por escrito, no prazo de quinze dias a partir do momento que for notificado

Por telefone, Fátimo Aparecido Rodrigues informou para o DiárioTV que ainda não foi notificado oficialmente, mas que quando for vai recorrer da decisão e lutar por seus direitos de aposentadoria e constitucionais.

A Prefeitura de Suzano informou que não tem relação com estes fatos e por isso não deve ser notificada.

Com informações: G1

Fechar Menu