Mil animais já foram esterilizados pela campanha de castração gratuita em Suzano
Foto: Reprodução

Mil animais já foram esterilizados pela campanha de castração gratuita em Suzano

Mil animais, entre cães e gatos, já foram esterilizados pela campanha de castração gratuita em Suzano. A iniciativa, que contribui com a saúde dos pets e impede a reprodução indesejada destes animais, teve mais uma edição neste final de semana, no Parque Max Feffer.

Autor do projeto que encaminhou os recursos financeiros que possibilitaram que a Prefeitura de Suzano realizasse as campanhas, o vereador Lisandro Frederico (PSD) comemorou os números. “Esta conquista não foi fácil. Somente conseguimos atingir este número expressivo depois que destinei ao Executivo cerca de R$ 160 mil da minha emenda impositiva”, contou.

Lisandro lembrou que, em 2017, precisou procurar o Ministério Público para que a campanha de castração fosse realizada. “O MP de Suzano acionou o Executivo e propôs um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que poderia gerar multas à Prefeitura caso as leis que beneficiariam a causa animal não fossem aplicadas”, lembrou Lisandro.

Com a cobrança do MP, somado aos recursos encaminhados por meio da emenda impositiva do vereador, a Prefeitura então contratou uma empresa e deu início aos mutirões de esterilização. A primeira edição ocorreu em setembro do ano passado.

Nas redes sociais, o prefeito Rodrigo Ashiuchi também comemorou o sucesso do projeto do vereador Lisandro. “Estou aqui no Max Feffer para divulgar um fato histórico. Completamos mil castrações de cães e gatos. Este número é um marco na história da cidade” disse o prefeito. O chefe do Executivo revelou que irá inaugurar um espaço para pets, dentro do Parque Max Feffer.

Lisandro torce para que, a partir do depoimento do prefeito, com um discurso em prol da causa animal, Suzano entre em uma nova etapa de proteção e preservação dos direitos dos animais. Nos dois primeiros anos de mandato, Lisandro viu a Prefeitura vetar diversos projetos que beneficiariam diretamente os animais. Uma das propostas aumentaria a multa para quem praticasse o abandono e os maus-tratos. Nenhuma das iniciativas propostas  gerariam gasto aos cofres públicos.

Lisandro lembra, ainda, que o prefeito foi procurado para apurar as mais de 50 eutanásias de cães e gatos que estavam sendo praticadas de forma irregular pela Prefeitura. “Já que o prefeito dá a entender que começou, mesmo que de forma tardia, a compreender que a causa animal deve ser uma prioridade, poderemos entrar em uma nova fase, em que os animais passem a ser respeitados e protegidos em Suzano”, destacou Lisandro.

Com Informações: Câmara Municipal de Suzano

Fechar Menu