Julio Iglesias anuncia que México é o último disco

Apesar da decisão, o cantor garantiu que continuará se apresentando até que a vida ou as pessoas o aposentem

Spanish singer Julio Iglesias gestures during a press conference in Mexico city, on September 23, 2015. Iglesias is in Mexico to promote his new album "Mexico". AFP PHOTO/RONALDO SCHEMIDT

O cantor espanhol Julio Iglesias, que nessa quarta-feira, dia 23, completou 72 anos, anunciou que “México”, uma compilação de canções dedicadas ao país, será o último álbum de estúdio de sua vida, mas esclareceu que seguirá cantando até que “a vida ou as pessoas” o aposentem.

Este “é o último álbum da minha vida gravado em um estúdio”, disse ele em coletiva de imprensa na apresentação do disco na Cidade do México, durante a qual garantiu que gravar em estúdio é “complicado” para um artista.

Em junho, Iglesias foi submetido com sucesso a uma pequena cirurgia na lombar, que fraturou gravemente em um acidente há 52 anos.

“Minha saída do estúdio é somente porque não tenho um ano e meio para estar em estúdio, porque são álbuns longos os que eu faço”, argumentou.

E, de fato, ao ser questionado sobre se isto implicaria uma saída dos palcos, o artista veterano foi preciso: “Eu não vou me aposentar até que me aposentem, seja a vida ou as pessoas”, disse. “Eu quero cantar até os 150 anos”, completou em meio a risos.

Conhecido por suas baladas românticas e sua prolífica vida amorosa, ele é considerado o artista latino mais rentável com 300 milhões de discos vendidos durante sua longa carreira, segundo a organização Guinness.

Fonte: Portal Band

Deixe uma resposta

Fechar Menu