Governo paulista libera primeiras parcelas do Vale Gás e do SP Acolhe
Foto: Governo de SP

Governo paulista libera primeiras parcelas do Vale Gás e do SP Acolhe

Famílias inscritas no CadÚnico com renda de até três salários mínimos que perderam familiar vítima da Covid-19 podem receber o SP Acolhe

 O governo de São Paulo liberou, nesta quarta-feira (21/7), as primeiras parcelas do Vale Gás e do SP Acolhe, dois programas sociais destinados à população mais vulnerável. No primeiro, serão três parcelas no valor de R$ 100 cada, entre julho e dezembro, para compra de botijões de gás.

Já o segundo benefício é destinado às famílias que ganham até três salários mínimos mensais e perderam ao menos um parente vítima da Covid-19. Neste programa, serão seis parcelas de R$ 300 no período.

De acordo com o governo de João Doria (PSDB), os dois programas somam investimentos de R$ 58 milhões, e devem atingir 104 mil famílias no Vale Gás e 15 mil famílias no Acolhe.

Para receber o Vale Gás, a família precisa estar cadastrada no CadÚnico e a renda mensal per capita deve ser de até R$ 178, mas serão priorizadas famílias na faixa de extrema pobreza (renda mensal de até R$ 89 por pessoa), que não recebem o Bolsa Família e residem em comunidades e favelas.

Já o SP Acolhe vai atender famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal de até 3 salários mínimos que tenham perdido pelo menos um familiar vítima de Covid-19, podendo ser pai, mãe, avô, avó, filho ou filha, desde que o óbito tenha ocorrido dentro do núcleo familiar.

Foram considerados os óbitos registrados no Sistema de Vigilância Epidemiológica (SIVEP-Gripe), da Secretaria Estadual da Saúde, até 21 de junho de 2021.

A secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes, explicou ao Metrópoles que o benefício aos parentes de vítimas da Covid pode ser cumulativo. “É por membro falecido, mesmo que seja mais de um óbito dentro de uma família. Por exemplo, um jovem que recebeu o pai e a mãe vai receber os dois auxílios”, disse.

Questionada sobre o motivo dos benefícios sociais serem liberados somente agora, mais de um ano após a pandemia ser decretada, Parnes disse que “a prioridade vinha sendo a vacina e a saúde, e agora é o momento de prestar essa proteção social e apoio às famílias que sofreram muito nos últimos meses”.

Para acessar o valor, o beneficiário precisa acessar o site www.bolsadopovo.sp.gov.br para obter o protocolo, senha individual e realizar o saque único nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil ou 24h.

Com Informações: Metrópoles

Fechar Menu