Extra fecha supermercado da rua Campos Salles, no centro de Suzano

Esta é a segunda unidade do Grupo Pão de Açúcar a encerrar as atividades na região; a primeira foi em Mogi.

Funcionários foram pegos de surpresa ontem quando chegavam para trabalhar.

Foto: Juliana Oliveira
Mais uma unidade da rede de supermercados e hipermercados Extra encerrará as atividades no Alto Tietê. O supermercado instalado na rua Campos Salles, no centro de Suzano, foi fechado ontem. A medida ocorreu após estudos de viabilidade econômica, segundo informou o Grupo Pão de Açúcar (GPA), empresa responsável pela marca. Alguns funcionários e clientes do estabelecimento foram pegos de surpresa com o fechamento da loja.
 
Ao contrário do que ocorreu em Mogi das Cruzes, a unidade de Suzano não será substituída por outra marca do grupo. O GPA explicou que o plano de conversão leva em conta os hipermercados Extra. Como em Suzano se tratava de um supermercado, não foi possível reaproveitar a estrutura para a mudança, como aconteceu em Mogi, que terá o espaço reaproveitado para a implantação de uma rede atacadista da marca Assaí, administrada pelo Pão de Açúcar.
 
Os clientes e até mesmo os funcionários do estabelecimento foram surpreendidos ao chegar no local e se depararem com as portas fechadas e apenas uma placa informando o encerramento das atividades. “Como assim fechou? Ontem eu vim trabalhar e estava normal”, questionou um dos trabalhadores.
 
No entanto, o grupo informou que os colaboradores que manifestarem interesse em continuar no grupo poderão ser transferidos para outras unidades da região. Não foi informado o número de funcionários. O GPA também responde pelas marcas Assaí, Ponto Frio e Casas Bahia, que têm lojas na região. Questionada sobre a possibilidade de fechar ou adotar o plano de conversão em alguma outra unidade do grupo no Alto Tietê, mas a empresa informou que ainda não há planos para mais encerramentos de atividades nos municípios do entorno.
 
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego de Suzano informou que o fim das atividades do supermercado Extra na cidade é uma perda preocupante, pois trata-se de um grande empregador, além de ser uma empresa com nome forte para o município. “A ideia é buscar mais informações junto à empresa e estimular para que demitam o menos possível, transferindo alguns funcionários para outras lojas do grupo, ou ainda estimular que outras redes contratem essa mão de obra”, informou a pasta em nota.
 
Com Informações: Portal News

Deixe uma resposta

Fechar Menu