Eleições: Rodrigo Assis é confirmado pelo PCdoB para disputar eleições
Foto: Rede Social

Eleições: Rodrigo Assis é confirmado pelo PCdoB para disputar eleições

Professor terá como vice o estudante de Publicidade e Propaganda, Tarcísio Boaventura

O PCdoB confirmou, na noite de segunda-feira (31), em convenção realizada de forma remota, a candidatura do Professor Rodrigo Assis para a disputa do cargo de prefeito de Suzano.
O professor terá como vice o estudante de Publicidade e Propaganda, Tarcísio Boaventura. Além disso, o partido lançará 25 candidatos a vereador para o pleito deste ano na cidade.
O clima no PCdoB é de grande otimismo, já que a chapa é “bastante diversa”. Segundo Assis, entre os candidatos a vereador estão jovens, estudantes, professores, profissionais da saúde e do transporte, além de pessoas ligadas à movimentos de moradia, evangélicos e de igualdade racial. Há integrantes de todas as regiões da cidade.
“Nossa chapa é bastante diversa e madura. Temos chances de fazer uma bancada de vereadores do PCdoB na cidade – ter mais de um na Câmara. (Nosso objetivo) É chegar firme no 2º turno. O projeto é maduro e está pautado em questões factíveis. O PCdoB veio pra se consolidar como um dos partidos mais bem organizados da cidade”, declarou o candidato.
Para o Professor Rodrigo Assis, a geração de empregos será o “principal desafio” do próximo prefeito de Suzano.
“Vamos estabelecer uma proposta de desenvolvimento econômico e geração de emprego, uma vez que o principal desafio para a próxima gestão vai ser a retomada de empregos e a capacidade de a cidade conseguir arrecadar através disso. (O objetivo) É de conseguir financiar os principais projetos que o cidadão suzanense precisa”, disse o candidato, que continuou. “Dentro da questão do desenvolvimento econômico, penso que a educação pública é a chave. Com a mão de obra qualificada, (ela) se torna um diferencial na retomada de empregos. Tenho muito a contribuir com a educação, já que sou educador em escola pública há dez anos. Tenho experiência e capacidade pra liderar um projeto desta magnitude”, completou o professor.
Por conta do isolamento devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o partido tem motivado o público eleitor nas redes sociais a participar da campanha. “Não faz sentido fazer política sem ouvir as pessoas. O morador sabe o que o bairro dele precisa. Nossa perspectiva é fazer política junto com as pessoas”, finalizou.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu