CPAM-12 anuncia uso de drones em zonas rurais e matas do Alto Tietê
Foto: Polícia Militar/Divulgação

CPAM-12 anuncia uso de drones em zonas rurais e matas do Alto Tietê

Coronel Wagner Tadeu da Silva Prado, responsável pelo CPAM-12, afirmou que os equipamentos irão ser utilizados no combate ao crime organizado. Quatro drones serão distribuídos para os batalhões da região, por exemplo o 17º BPM/M, o 32° BPM/M (que responde por Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos) e o 35º BPM/M.

As zonas rurais e de mata do Alto Tietê terão um importante reforço. O Comando de Policiamento de Área 12 (CPAM-12) anunciou nesta quinta-feira, 13, a aquisição de quatro drones. As aeronaves não tripuladas serão distribuídas para os batalhões da região, por exemplo o 17º BPM/M, o 32° BPM/M (que responde por Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos) e o 35º BPM/M.
O coronel Wagner Tadeu da Silva Prado, responsável pelo CPAM-12, afirmou também que os equipamentos irão ser utilizados no combate ao crime organizado, principalmente em áreas mais fechadas, como também em outras atividades na região. A afirmação foi realizada na página oficial do batalhão.
“Serão utilizados no combate e prevenção ao crime organizado e acompanhamento das manifestações, eventos, entre outros. É a tecnologia sendo utilizada para proteger as pessoas”, reiterou.
O comunicado não especificou quando tais aeronaves serão entregues. E, também, como os batalhões irão utilizá-las para reforçar o combate para reduzir índices criminais das cidades da região. Mas antecipou que há dois núcleos de operadores dos equipamentos. Disse ainda sobre a possibilidade de que os drones sejam utilizados já a partir da próxima semana.
“Há dois núcleos formados em Mogi das Cruzes. Nada impede, por exemplo, que o efetivo seja enviado para outras cidades. A ideia básica é que todos os batalhões tenham. Serão (aeronaves) utilizados para várias atividades, como patrulhamento, buscas a criminosos, em manifestações e reintegrações de posse no Alto Tietê. Posso dizer que são drones, com câmeras de alta resolução e que captam à noite”, explicou Prado.
Para o comandante, a aquisição destas aeronaves não será apenas para uso de combates criminais, mas também para auxiliar em salvamentos e ocorrências do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil.
Em maio,  Prado garantiu que  houve uma aquisição de 15 mil novos coletes à prova de bala; 40 mil pistolas e 1,3 mil fuzis para o efetivo policial da região.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu