Coronavírus: Caixa adia por 90 dias pagamentos imobiliários
Foto: Reprodução

Coronavírus: Caixa adia por 90 dias pagamentos imobiliários

Quase 800 mil famílias poderão pedir para postergar por três meses os pagamentos do financiamento da casa própria.

Na tentativa reduzir os impactos na economia durante a pandemia de Covid-19, causada pelo coronavírus, a Caixa Econômica Federal anunciou a criação de uma linha de crédito imobiliário com taxas mais baratas.

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, o presidente do banco, Pedro Guimarães, destacou que 800 mil famílias poderão pedir para postergar por três meses os pagamentos do financiamento.

Nesta sexta-feira (27/03), Pedro destacou que a pausa nas operações de crédito são válidas para pessoa física, jurídica e crédito habitacional.

O banco registrou, até o dia 26 de março, mais de 722 mil pedidos de pausa do crédito imobiliário.

A possibilidade de pausa emergencial nos financiamentos habitacionais pessoa física ou pessoa jurídica vale para contratos que estejam adimplentes ou com até dois encargos em atraso, exceto para os casos em que o cliente esteja utilizando o FGTS para pagamento das prestações mensais.

Para os contratos com mais de dois encargos em atraso são disponibilizadas alternativas de renegociação por meio dos canais de telesserviço ou de contato com o gerente de relacionamento.

“Postergamos para quase 800 mil famílias sem nenhum custo adicional”, destacou o presidente do banco.

Todos os clientes que solicitaram anteriormente a pausa emergencial terão a interrupção alterada automaticamente para três encargos e receberão um SMS confirmando a mudança, não sendo necessário efetuar novo pedido.

Com Informações: Metrópoles

Fechar Menu