Comércio e Shoppings do Alto Tietê podem abrir com restrições a partir desta 6ª feira (12)
Foto: Reprodução

Comércio e Shoppings do Alto Tietê podem abrir com restrições a partir desta 6ª feira (12)

Condemat decide pela reabertura do comércio no Dia dos Namorados, mas reforçam medidas de segurança

Em reunião realizada na tarde de ontem (10), logo após o anúncio de avanço da região para a fase laranja do Plano São Paulo, o Conselho de Prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê definiu que a retomada das atividades econômicas terá início nesta sexta-feira (12), no Dia dos Namorados.
Os setores de comércio de rua e serviços estarão liberados para funcionar por um período diário de seis horas, enquanto os shoppings por sete horas.
Igrejas e templos
As igrejas e templos religiosos também serão autorizados a funcionar com até 30% da capacidade. Para evitar retrocessos, o processo de retomada será acompanhado de reforço nas fiscalizações e nas ações de conscientização sobre as medidas de prevenção ao coronavírus.
A direção do Condemat ressaltou que a mudança na classificação do Alto Tietê, que permite a retomada das atividades, é resultado do esforço conjunto dos prefeitos para ampliação da capacidade hospitalar e no controle da evolução da epidemia, que entrou em ritmo menor de crescimento. “A atuação em bloco e a pressão dos prefeitos, através do Condemat, permitiram o envio de 95 respiradores para a região neste mês de junho. Isso significa 95 novos leitos de UTI para atender os pacientes mais graves, o que foi fundamental para diminuir a taxa de ocupação do Alto Tietê, que está em 74%. Agora, vamos iniciar a retomada, mas com toda a cautela necessária para que ela aconteça de forma segura porque não podemos esquecer que a quarentena permanece, só que algumas flexibilizações”, disse o presidente do Condemat, prefeito Adriano Leite.
A exemplo da conduta adotada desde o início da quarentena, o Conselho de Prefeitos também definiu, por consenso, as diretrizes para a retomada das atividades. A escolha da sexta-feira para iniciar o processo é estratégica, pela importância da data do Dia dos Namorados para o comércio. Eles decidiram, ainda, estender o funcionamento das atividades por um período superior a quatro horas por entender que isso ajudará no controle de aglomerações. Além disso, os horários para funcionamento de serviços, comércio de rua e shoppings serão diferenciados para evitar que o transporte coletivo fique sobrecarregado.
“Definimos as diretrizes e, agora, cada cidade fará o seu decreto, respeitando algumas particularidades. O funcionamento das concessionárias, por exemplo, deverá ser por um período de seis horas, mas cada município vai estabelecer o melhor horário, conforme a sua necessidade”, explicou o presidente. “Além disso, a fiscalização será reforçada e os setores deverão atender os protocolos de segurança e higiene definidos com cada prefeitura”, acrescentou.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu