Comerciantes comemoram a construção de nova passarela

Nova passagem faz parte da segunda etapa da obras anunciadas na semana passada no Palácio dos Bandeirantes

Foto: Vitoria Mikaelli
 
Os comerciantes da cidade de Suzano comemoram a liberação da verba para a construção da nova passarela da rua Benjamin Constant, no centro. A medida foi anunciada na sexta-feira passada pelo governo do Estado de São Paulo e os lojistas cobram o início da construção rapidamente.
 
O investimento, que faz parte da segunda etapa da reconstrução da estação Suzano, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), custará no total R$ 14,7 milhões. A nova passarela irá passar sobre a linha do trem, como na antiga estrutura que existia no local. A passarela velha ainda esta no local, mas acabou sendo desativada para dar lugar a nova estação. Seu fechamento gerou críticas do comércio, uma vez que as vendas caíram por conta da falta de movimentação de pessoas.
 
Sócio de uma loja de manutenção, Vinicius Santos Borges, 18 anos, comemora a ideia e solicita que a construção comece depressa. “As vendas nessa região estão fracas, estamos atravessando uma fase difícil. Com a construção da nova passarela, as vendas poderão aumentar. Espero que as obras comecem o mais rápido possível” afirmou.
 
Muitos lojistas tiveram que fechar os comércios por conta da falta de movimentação da rua. Como explica a proprietária de uma loja de doces da região, Sandra Aparecida da Silva, 44. “O fechamento da antiga passarela atrapalhou as pessoas que queriam vir comprar por aqui, até mesmo os moradores do local. Conheço amigos que tinham seus comércios durante dez anos e tiveram que fechar as portas. É muito triste” relatou.
 
Os comerciantes do centro fizeram um abaixo-assinado para melhorias. Mesmo com a declaração do começo das obras, muitos lojistas afirmam que ficarão de olho para que a ação comece e termine rápido. Como o proprietário de uma loja de doces, Jones Marinho de Souza, 55, que está otimista, mas receoso. “A medida é positiva, mas tem que ser feita. Desde que fechou a antiga passarela nós estamos correndo atrás dos responsáveis para ajudar a gente. Ficamos isolados desde lado do centro”, contou.
 
A medida prevê melhorias nas áreas internas da estação, a construção de plataformas e instalação de uma unidade de treinamento de condutores de trens.
 
Com Informações: Portal News
Fechar Menu