Câmara de Suzano aprova contas de 2017 do prefeito Rodrigo Ashiuchi

Aprovação foi por 17 votos favoráveis e um contra. Houve uma ausência durante votação ocorrida nesta quarta-feira (19)

Por 17 votos favoráveis, o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) às contas do prefeito Rodrigo Ashiuchi (PL) do exercício de 2017 foram aprovadas durante sessão na tarde desta quarta-feira (19) na Câmara.
O voto contrário foi do vereador Lisandro Frederico (Avante) e a ausência do vereador José Carlos de Souza Nascimento (PTB), o Zé Pirueiro.
Em 2019, o conselheiro do TCE, Renato Martins Costa, já havia emitido parecer favorável às contas do prefeito de Suzano.
Na ocasião, no relatório, ele apontava que a administração “evidenciou a observância de pontos relevantes no exame das contas, haja vista o cumprimento dos mandamentos constitucionais relativos aos gastos com pessoal, às despesas com saúde, às transferências financeiras à Câmara Municipal; aos precatórios judiciais, bem como a licitude nos pagamentos dos subsídios dos agentes políticos”.
Relatório do TCE
Segundo relatório do conselheiro do TCE, o gasto com saúde atendeu 22,71% do orçamento, ensino 26,61%, além de superávit nas contas públicas.
O conselheiro, no entanto, faz apontamentos no relatório, como na “dívida de longo prazo”. Neste item, o TCE apontou “incorreção em lançamento contábil relativo ao parcelamento dos débitos previdenciários”.
Também faz apontamentos sobre a locação de imóveis destinada a abrigar o Centro de Convivência para Pessoa Idosa e o Acolhimento para Crianças, Adolescentes e Jovens. O TCE também solicitou informações sobre unidades de ensino destinadas à creche, pré-escolas e aos anos iniciais do Ensino Fundamental, quanto a infraestrutura e necessidade de reparos.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu