Alesp aprova proibição de fornecimento de canudinhos de plástico
(Mariana Rosário/Veja SP)

Alesp aprova proibição de fornecimento de canudinhos de plástico

Medida, que precisa ser sancionada pelo governador, vale para estabelecimentos como restaurantes, padarias, bares e hotéis no estado.

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou nesta quinta-feira (13) um projeto de lei que proíbe o fornecimento de canudos de plástico em estabelecimentos públicos do estado.

O projeto, da autoria do deputado estadual Rogério Nogueira (DEM), diz respeito a restaurantes, padarias, bares, hotéis, clubes noturnos, salões de dança e eventos musicais de qualquer espécie, entre outros estabelecimentos comerciais, que devem substituir o cilindro plástico por versões em papel reciclável, material comestível ou biodegradável. O governador, João Doria, ainda precisa sancionar a medida.

Na capital, a proibição foi aprovada pelo legislativo em abril, mas ainda não foi sancionada pelo prefeito Bruno Covas. Apesar disso, bares e restaurantes já têm buscado opções para substituir a versão tradicional. No Subastor, bar de drinques na Vila Madalena, o canudo utilizado é de macarrão, por exemplo.

Com Informações: Veja SP

Fechar Menu