AACD passa a atender novos pacientes somente de Mogi das Cruzes

Entidade diz que pacientes de outras cidades que já estavam em tratamento continuam sendo atendidos. Mudança ocorreu em maio deste ano.

 

Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) de Mogi das Cruzes passou a atender apenas pacientes novos de Mogi neste mês de maio. Segundo a entidade, os pacientes de outros municípios que estavam em terapia foram mantidos conforme critérios técnicos.

De acordo com a AACD, “a regulamentação de vagas da unidade está sendo exclusivamente controlada pelo Sistema Integrado de Saúde (SIS) do município”. Já a Prefeitura de Mogi afirmou que o “atendimento na AACD é gerenciado pela própria unidade e não está condicionado ao SIS”. O Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) informou que busca alternativas para viabilizar a ampliação dessas parcerias.

O antigo convênio da AACD com as Prefeituras vigorou até o segundo semestre de 2016 com repasse de R$ 960 mil. A entidade recebia também verba de Guararema e Poá, atendendo também novos pacientes desses municípios. Em dezembro de 2016, a AACD fez um novo convênio apenas com Mogi das Cruzes com vigência de cinco anos. O repasse anual da Prefeitura de Mogi subiu para R$ 1,4 milhão.

De acordo com a entidade, o SIS de Mogi “encaminha à AACD os pacientes a serem atendidos. Então, os médicos da instituição analisam o relatório e o laudo médico, e conforme critérios de elegibilidade clínica que são definidos no protocolo da AACD, a consulta inicial é agendada.”

A entidade informou que trabalha com uma previsão de déficit de R$ 51 mil para 2017. A AACD destacou que além da verba recebida da Prefeitura de Mogi, tem receitas provenientes de ações solidárias que são realizadas por voluntários.

Sobre o motivo para não fazer convênio com Poá e Guararema, a AACD informou apenas que: “Diante do convênio existente hoje com o Município de Mogi, o qual subsidia a unidade, não temos como estabelecer relação jurídica com os municípios da região. Ressaltamos que tínhamos apenas com Mogi, no qual mantemos, Poa e Guararema.””

 A unidade de Mogi oferece atendimentos médico e terapêutico a crianças e adultos de todas as faixas etárias. Segundo a entidade são oferecidos tratamentos nos setores de fisiatria, fisioterapia, psicologia, pedagogia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e fisioterapia aquática.

Atendimento regional

A Câmara Técnica de Saúde do Condemat – Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê, coordenada pelo secretário municipal de Saúde da Prefeitura de Mogi das Cruzes, Téo Cusatis, está designando uma comissão para estudar a implantação de um Consórcio Regional, nos mesmos moldes Consórcio Regional do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Cresamu).

De acordo com o Condemat, o novo consórcio deve facilitar a gestão de convênios de interesse regional, como é o caso da AACD. “O principal objetivo é o contrato com a AACD para os demais municípios da região, mas o consórcio poderá suprir outras necessidades do Alto Tietê, como a compra de medicamentos”, adiantou o secretário Téo Cusatis, após reunião da Câmara Técnica de Saúde do Condemat realizada na manhã de quarta-feira (04).

Segundo ele, cada município ficou responsável pelo levantamento do número de pacientes com indicação para tratamento na AACD para que seja marcada uma reunião com a diretoria da entidade. “Vamos trabalhar em conjunto para garantir a retomada do atendimento nos municípios”, afirmou.

AACD

A unidade da AACD em Mogi foi inaugurada em 2011 e, desde então, já cadastrou mais de mil pacientes e realizou mais de 90 mil atendimentos, como sessões de fisioterapia solo, fisioterapia aquática, terapia ocupacional, psicologia, fonoaudiologia, pedagogia, serviço social e enfermagem.

Com Informações: G1 Mogi das Cruzes e Suzano

Deixe uma resposta

Fechar Menu