Vereadores pedem reabertura dos comércios; precauções devem ser mantidas

Os vereadores José Alves Pinheiro Neto (PDT), o Netinho do Sindicato, Carlos José da Silva (PSDB), o Carlão da Limpeza e Alceu Cardoso (Republicanos) pediram cautela aos colegas vereadores. Eles argumentaram que a vida de uma pessoa não tem valor. “Dinheiro está falando mais alto”, disse Netinho.

Os vereadores de Suzano solicitaram ao prefeito, Rodrigo Ashiuchi (PL), que continue estudando medidas para a reabertura do comércio da cidade. O pedido foi feito na sessão ordinária de hoje (22) da Casa de Leis, durante discussão de um requerimento de autoria do parlamentar Leandro Alves de Faria (PL), o Leandrinho, que tratava sobre o assunto.

A administração municipal publicou ontem (22) um decreto que flexibiliza  a abertura de alguns comércios na cidade, como chaveiros, óticas, hotéis e similares, lojas de manutenção de bicicletas e produtos elétricos e eletrônicos, entre outros. No entanto, alguns parlamentares solicitaram que o chefe da cidade considere aumentar o ramo dos comércios para serem liberados. “Uma loja de automóveis teria muito menos movimento do que um hotel, por exemplo.”, argumentou o vereador Leandrinho. Os vereadores ressaltaram a necessidade dos comerciantes de manter os empregos de seus funcionários e, com isso, não piorar a crise econômica que a cidade já enfrenta por conta da quarentena do COVID 19. É mesma opinião dos vereadores André Marcos de Abreus (PSC), o Pacola, e Marcos Antonio dos Santos (PTB), o Maizena Dunga Vans. Já o parlamentar Antonio Rafael Morgado (PDT), o professor Toninho Morgado, disse que o país está sendo comando por um ditador.

Cautela

Os vereadores José Alves Pinheiro Neto (PDT), o Netinho do Sindicato, Carlos José da Silva (PSDB), o Carlão da Limpeza e Alceu Cardoso (Republicanos) pediram cautela aos colegas vereadores. Eles argumentaram que a vida de uma pessoa não tem valor. “Dinheiro está falando mais alto”, disse Netinho.

Tribuna

O vereador Denis Claudio da Silva (DEM), o filho do Pedrinho do Mercado, agradeceu a administração municipal por ter aceitado a sugestão dele em oferecer máscaras à população de Suzano. Segundo informações divulgadas hoje pela administração municipal, “a prefeitura, inclusive, vem trabalhando para oferecer 40 mil máscaras para a população. O serviço está sendo feito pelo Fundo Social de Solidariedade, por meio de costureiras do município”. O vereador também voltou a criticar o secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Murilo Inocêncio.

Com Informações: Câmara Municipal de Suzano

Fechar Menu