Vendedores de rua de Mogi podem retomar atividade
Foto: Reprodução

Vendedores de rua de Mogi podem retomar atividade

A Prefeitura de Mogi das Cruzes liberará, a partir de hoje, a atuação de empreendedores de rua devidamente legalizados que atuam com a venda de gêneros alimentícios em geral. O funcionamento deverá obedecer às normas de prevenção à pandemia de coronavírus (Covid-19), bem como ser feito para entregas ou retirada no local.

Os empreendedores de rua deverão adotar as medidas de proteção determinadas pelas autoridades sanitárias, com utilização de máscaras de proteção, disponibilização de álcool em gel e distância entre os consumidores, tanto entre si quanto da estrutura do empreendedor.
A Secretaria Municipal de Segurança está orientando os profissionais quanto às providências que devem ser adotadas para a volta ao trabalho. O sistema será semelhante ao adotado em outros estabelecimentos do ramo alimentício, ou seja, por delivery ou drive thru.
Desde o dia 24 de março, todos os 645 municípios do Estado de São Paulo estão em quarentena. A medida, que inicialmente tinha validade de 15 dias e foi prorrogada até o dia 10 de maio, impõe o fechamento de estabelecimentos comerciais que não estejam entre os serviços essenciais, como alimentação, saúde, abastecimento, limpeza urbana, segurança pública e bancos, entre outros.
O governador João Doria (PSDB) anunciou anteontem que o governo do Estado prepara a reabertura gradual da economia a partir de 11 de maio. De acordo com ele, as medidas serão analisadas de acordo com a situação verificada em cada região do estado, de acordo com a situação da pandemia, a ocupação de leitos hospitalares e a capacidade do sistema de saúde.
Com Informações : Portal News
Fechar Menu