TRE mantém candidatura de Lisandro indeferida; candidato recorre ao TSE em Brasília
Foto: Gazeta Regional

TRE mantém candidatura de Lisandro indeferida; candidato recorre ao TSE em Brasília

Com a decisão fica mantida a decisão de 1ª instância que indeferiu a candidatura de Lisandro.  O candidato do Avante já recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com novo recurso para tentar se manter como candidato.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou o recurso apresentado pelo candidato a prefeito Lisandro Frederico do Avante para deferir sua candidatura.
Com a decisão fica mantida a decisão de 1ª instância que indeferiu a candidatura de Lisandro. O candidato do Avante já recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com novo recurso para tentar se manter como candidato.
Enquanto não sai a decisão final, em Brasília, Lisandro informou ontem, por meio de sua assessoria, que “confia na Justiça e no deferimento da candidatura”. “A campanha para mudar Suzano seguirá normalmente com a apresentação de propostas e as caminhadas e carreatas”, informou nota do candidato.
Em outubro, a Procuradoria Regional Eleitoral, do Ministério Público Federal, se manifestou a favor da manutenção da candidatura. Na ocasião, a promotora Paula Bajer Fernandes Martins da Costa, se pronunciou afirmando que a dissolução do “Órgão Municipal provisório do Avante como feita não é adequada”.
Em Suzano, a Comissão Municipal do Avante – do que Lisandro era o presidente – foi dissolvida por autorização do Diretório Estadual do partido. Lisandro chegou a montar chapa com 26 candidatos a vereador.
Com a destituição da comissão do partido em Suzano um novo presidente da sigla foi nomeado. Esta nova direção não lançou Lisandro a prefeito. O caso foi parar na Justiça.
Em decisão em Primeira Instância, a Justiça Eleitoral indeferiu a candidatura, porém, Lisandro recorreu à Segunda Instância. “Confiamos na Justiça e, por isso, temos plenas convicções de que estaremos na disputa. A democracia de Suzano não pode ter uma mancha tão grave como esta”, afirmou Lisandro, na ocasião do parecer da Procuradoria.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu