Suzano vistoria 14 academias e notifica duas por descumprir protocolos
Foto: Sesc SC

Suzano vistoria 14 academias e notifica duas por descumprir protocolos

Reabertura das academias foi autorizada pelo governo do Estado com o programa de flexibilização da quarentena

O Departamento de Fiscalização de Posturas fiscalizou 14 academias, em Suzano, e duas foram notificadas pela falha no cumprimento dos protocolos de saúde.
Desde a reabertura das academias, autorizada pelo governo do Estado com o programa de flexibilização da quarentena contra o novo coronavírus (Covid-19), o setor tem realizado o monitoramento dos estabelecimentos a fim de verificar o cumprimento das normas exigidas para o funcionamento, como a capacidade total permitida de 40%; a medição da temperatura dos frequentadores logo na entrada com termômetro pistola; e a disponibilização de álcool gel em todos os ambientes, inclusive a cada três metros.
Em busca de recuperação
Até agora, passados dois meses do decreto municipal e estadual que autoriza a retomada das atividades de academias em Suzano, proprietários das academias, que cumprem as recomendações, tentam recuperar o movimento pré-pandemia.
Mesmo com a limitação a 40% do público, conforme preconizado pelo decreto, espaços estão otimistas e apostam em novas matrículas.
Fernanda Piacente é sócia proprietária de uma academia na região da Vila Urupês, em Suzano. Segundo ela, apesar das restrições trazidas pela pandemia, o movimento está se recuperando aos poucos.
“Tivemos novas matrículas, entraram muitos alunos novos. O movimento está bom e se recuperando. Só não estamos atendendo aos grupos de risco, que era um público bem elevado antes da pandemia. Então perdemos um pouco com isso”, relata.
Para encorajar a volta dos alunos, a academia de Fernanda adotou diversos protocolos sanitários e reforçou a higienização dos aparelhos e espaços em comum, antes e depois de todas as aulas. Além disso, cada aluno deve levar sua própria garrafa de água e toalha. Há também o agendamento prévio das aulas, com horários fixos para evitar aglomerações e atender as regras impostas pelo município.
Assim como Fernanda, a academia onde Helen de Jesus Fonseca é responsável pelo administrativo também adotou diversas medidas e mudou a rotina do espaço. Localizada no Jardim Imperador, antes da pandemia a academia recebia uma média de 220 alunos por dia. Agora, com o controle de frequência, o movimento está em cerca de 40% se comparado com o período anterior a pandemia.
“Retornamos algumas aulas, sempre com distanciamento e priorizando a segurança dos alunos. Aferimos a temperatura de todos que entram na academia, colocamos totens de álcool em gel, reforçamos a equipe de limpeza e pulverizamos o espaço a cada três horas para prevenir qualquer contágio”, explica Helen.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu