Suzano assina convênio com Sebrae para implantação de novo projeto

Iniciativa garantirá a realização do projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos no município a partir do ano que vem

Foto: Irineu Junior

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi, assinou na manhã desta terça-feira (21/11), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na capital paulista, um convênio com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para a implantação do projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). A cerimônia oficial contou com a presença do presidente da entidade, Paulo Skaf, que anunciou o início do projeto na cidade já em 2018.

 

Acompanhado do gerente regional do Sebrae no Alto Tietê, Sérgio Gromik, o chefe do Executivo comemorou a celebração do convênio. O JEPP é destinado aos alunos do ensino fundamental e incentiva as crianças a buscarem o autoconhecimento, novas aprendizagens, além do espírito de coletividade. A ideia é a de que a educação deve atuar como transformadora desse sujeito e incentivá-lo à quebra de paradigmas e ao desenvolvimento das habilidades e dos comportamentos empreendedores.

 

“Este é mais um projeto ao qual Suzano está aderindo e que visa fortalecer ainda mais nosso sistema de ensino. O objetivo do programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos é disseminar a cultura empreendedora e orientar os alunos para o plano de negócios, de maneira a estimular os comportamentos empreendedores, incentivando-os à prática do empreendedorismo e ao protagonismo juvenil. Vamos implantar, a partir do ano letivo de 2018, mais esta novidade em Suzano e desenvolver cada vez mais nosso método de ensino”, explicou Ashiuchi.

 

Com a proposta pedagógica do JEPP para cada ano do ensino fundamental, por meio de atividades lúdicas, o ambiente da aprendizagem sensibiliza os estudantes a assumirem riscos calculados, a tomarem decisões e a terem um olhar observador para que possam identificar, ao seu redor, oportunidades de inovações, mesmo em situações desafiadoras.

 

Voltado para a etapa da Educação Básica, o curso procura apresentar práticas de aprendizagem, considerando a autonomia do aluno para aprender, além de favorecer o desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gestão da própria vida. Nos próximos meses, o conteúdo programático do programa será alinhado entre a diretoria regional do Sebrae e a administração municipal, por meio da Secretaria Municipal de Educação.

 

“Desta forma, o curso, aliado a um ambiente propício à aprendizagem que as prefeituras irão oferecer, favorece o envolvimento dos jovens estudantes no próprio ato de fazer, pensar e aprender. Essas são características fundamentais dos comportamentos empreendedores, nos quais o estudante e o grupo em que está inserido reconhecem que suas contribuições são importantes e valorizadas. Este é um projeto que só tem a expandir”, argumentou Skaf.

Com Informações: Secop

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu