Suzano apresenta carta de intenção ao Instituto Butantan para aquisição de vacinas
Foto: Reprodução

Suzano apresenta carta de intenção ao Instituto Butantan para aquisição de vacinas

Trata-se do chamado “plano B” da Prefeitura, que inclui a aquisição de 40 mil a 50 mil doses da vacina só para Suzano. Prefeitura e Condemat encaminharam carta de intenção para o Instituto Butantan, informou prefeito

O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL), disse que a cidade enviou uma carta de intenção para o Instituto Butantan, manifestando interesse em adquirir doses da CoronaVac para aplicar na população.
Trata-se do chamado “plano B” da Prefeitura, que inclui a aquisição de 40 mil a 50 mil doses da vacina só para Suzano.
Ashiuchi revelou, durante entrevista ao jornal da cidade, que o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) também encaminhou uma carta ao instituto. A ideia é de comprar vacinas em bloco para todo o Alto Tietê.
O chefe do Executivo suzanense conta com a ajuda do governo federal e do governo do Estado, que devem ceder vacinas para as cidades da região. Mesmo assim, a Prefeitura de Suzano e o Condemat vêm se articulando para garantir a vacinação em massa.
“Se for liberada a possibilidade, em nível de Condemat, temos capacidade de fazer investimento e comprar a vacina direto do Butantan. Gostaríamos de comprar, se for necessário. Isso se o governo não adequar (as cidades, para a campanha de vacinação). Pelo o que estou vendo, (as vacinas) serão colocadas à disposição, tanto pelo governo federal quanto pelo estadual, para as cidades”, disse Ashiuchi, que continuou. “Se for preciso, também temos nosso plano B e, comprovada a eficácia da CoronaVac ou de outra vacina, Suzano tem a disponibilidade compra aqui para a cidade”, explicou.
O prefeito fala em 40 mil a 50 mil doses. Mas, para que esse número se concretize, o valor terá que ser o mesmo já usado como base pelos prefeitos: o de US$ 10 (dez dólares, ou cerca de R$ 53).
“Fora (as vacinas) que vêm do Estado, se abrir essa possibilidade, Suzano gostaria de comprar, de início, em torno de 40 mil a 50 mil doses, caso estejam no preço de US$ 10 que estão passando. É o de R$ 53 que foi fechado em algumas cidades aqui”, disse.
Plano de vacinação
Já há um plano de vacinação sendo elaborado para a cidade, que inclui aplicações em sistema drive-thru e prioridade para idosos e profissionais da linha de frente. Segundo Ashiuchi, a ideia é de imunizar a população mais vulnerável e, em seguida, ir reduzindo as idades na campanha.
“Nosso plano inclui drive-thru e outros pontos importantes. Começaremos primeiro pela maior idade e vamos ‘abaixando os anos’. Também priorizaremos os profissionais que estão na linha de frente, como da saúde, assistência social, segurança, entre outros. Suzano já vem comprando insumos para dar um respiro na primeira semana, temos a Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF) e ela já tem a estrutura mínima para começar essa vacinação aqui na cidade”, disse o prefeito.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu