Sindicato estima demissão de 90 trabalhadores com fechamento da Mitutoyo em Suzano
Foto: Jackeline Lima/Divulgação

Sindicato estima demissão de 90 trabalhadores com fechamento da Mitutoyo em Suzano

Empresa, que produz instrumentos de medição, anunciou que encerrará as atividades da fábrica em Suzano a partir de outubro

O Sindicato dos Metalúrgicos de Suzano estima que cerca de 90 funcionários serão demitidos com o fechamento da Mitutoyo Sul Americana. A empresa, que produz instrumentos de medição, anunciou que encerrará as atividades da fábrica em Suzano a partir de outubro.
O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Suzano, Pedro Benites, disse que a decisão veio do Japão, país sede da Mitutoyo, e que já vinha sendo estudada “há algum tempo”. A empresa não estava gerando muitos lucros e a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) teria sido determinante para que a Mitutoyo optasse por fechar neste momento no Brasil.

Ele destacou que todos os funcionários vão receber os direitos e seguirão sob aviso até outubro. Disse também que está negociando com a empresa mais alguns direitos aos trabalhadores.

“Deixou de ser interessante produzir os instrumentos aqui no Brasil e importar esses equipamentos. Não estava dando o lucro que o Japão esperava e o País não estava conseguindo mais mandar dinheiro para o Brasil para socorrer a empresa”, afirmou Benites.

O anúncio foi feito em um comunicado divulgado ontem, onde a empresa afirma que o fechamento ocorrerá “devido aos esforços globais para melhorar a eficácia da produção e fortalecer os negócios”.
Segundo o documento, assinado pelo presidente da empresa, Ken Sasaki, as equipes de vendas e serviços seguirão suas operações no mesmo local.
História
A Mitutoyo se firmou como uma das empresas mais importantes e conhecidas de Suzano. Foi instalada em 1974 na cidade, se tornando a primeira fábrica a ser construída fora do território japonês.
Ela fica na Rodovia Índio Tibiriçá, na Vila Sol Nascente, e ocupa uma área de 120 mil metros quadrados, com 16 mil metros quadrados de fábrica.
A Mitutoyo também fez parcerias, inclusive com a Guarda Mirim de Suzano, dando a oportunidade para vários jovens aprendizes trabalharem na empresa.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu