Sem atendimento ‘portas abertas’, Alckmin inaugura Hospital Estadual de Suzano
Foto: Maiara Barbosa/TV Diário

Sem atendimento ‘portas abertas’, Alckmin inaugura Hospital Estadual de Suzano

Unidade não conta com pronto-socorro e, por isso, população de Suzano conta apenas com Santa Casa para casos de urgência e emergência. Unidade abriga centro de diagnóstico por imagem que governador promete que deve zerar filas de tomografia, mamografia, ultrassom e Raio-X.

O novo Hospital Estadual de Suzano foi inaugurado na manhã desta quarta-feira (4). Ele faz parte do complexo do Hospital Auxiliar de Suzano do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

No local também deve começar a funcionar ainda este mês o centro de diagnóstico por imagem.

A unidade, construída com recurso estadual, não terá pronto-socorro com atendimento portas abertas.

Por isso, Suzano continua contando apenas com um hospital para atendimentos de urgência e emergência: a Santa Casa.

O novo hospital estadual recebeu R$ 31 milhões de investimentos e tem 120 leitos incluindo internação, hospital-dia, duas salas cirúrgicas, salas de coleta de exames e consultórios e equipamentos.

Já o centro de diagnóstico tem Raio-X com capacidade de realizar 1.020 exames por mês, tomografia (320/mês), mamografia (230) e ultrassom (480).

O governador Geraldo Alckmin esteve na cidade para a inauguração. Ele comentou a decisão de não incluir um pronto-socorro na unidade. ” Quem pode responder isso melhor é o professor David Uip. Mas, normalmente, a gente evita hospitais portas abertas porque acaba vindo pacientes não graves e isso acaba prejudicando quem é mais grave. Os pronto-socorros municipais são de porta aberta. Já os hospitais [estaduais] são para pacientes encaminhados, mais graves que realmente precisam do hospital para cirurgia ou internação. Essa unidade só vai atender o Alto Tietê”, explicou.

Já o secretário estadual de saúde David Uip que também esteve na inauguração foi mais breve. “Não temos pronto-atendimento aqui [Hospital Estadual]. Vai ter plano operativo que vai ser traçado em toda região. Mas aqui, agora, não tem pronto-atendimento”, disse.

Em novembro, o prefeito de Suzano Rodrigo Ashiuchi já havia anunciado que o PS do Hospital Estadual havia sido descartado e que, apesar de não resolver o problema na área de saúde na cidade de Suzano, os exames laboratoriais podem ajudar a diminuir a fila de espera.

O antigo prédio do Hospital Auxiliar de Suzano também passa por reforma. O investimento é de R$ 6,8 milhões. O serviço deve ficar pronto até o final do ano. “Com o centro de diagnóstico vamos conseguir zerar a fila de exames na cidade de Suzano. Temos Raio-X, mamografia e tomografia para atender a população”, prometeu o governador Geraldo Alckmin.

A cerimônia de inauguração também contou com a presença do prefeito de Suzano Rodrigo Ashiuchi (PR) e autoridades do Alto Tietê.

Com Informações: G1 Mogi das Cruzes e Suzano

Fechar Menu