Santa Casa abrirá processo para apurar erros em parto
Foto: Mogi News

Santa Casa abrirá processo para apurar erros em parto

A Santa Casa de Misericórdia de Suzano abrirá um processo para apurar possíveis equívocos cometidos quando Bruna Cristina Novaes da Silva, de 20 anos, permaneceu por mais de 12 horas em uma maca após ter dado à luz

A Santa Casa de Misericórdia de Suzano abrirá um processo para apurar possíveis equívocos cometidos na manhã de ontem quando Bruna Cristina Novaes da Silva, de 20 anos, permaneceu por mais de 12 horas em uma maca após ter dado à luz.
A informação foi passada pela mãe da jovem, Flávia Cristina Novaes da Silva, que entrou em contato com a equipe de reportagem e contou que, segundo os responsáveis, não haveria vagas disponíveis nos quartos. De acordo com ela, a filha havia tido o bebê às 2 horas e até as 14 horas, ainda não havia sido levada para o quarto.
A Prefeitura de Suzano confirmou a informação e acrescentou que a jovem recebeu todos os cuidados necessários, desde alimentação até atenção médica. A administração informou ainda que Flávia, ao saber que não poderia ver a filha, pois ela se encontrava no centro cirúrgico, ficou transtornada e teria quase agredido uma funcionária. Um processo será aberto pela Santa Casa deve apurar possíveis irregularidades.
Com Informações: Portal News
Fechar Menu