Roupa tecnológica reproduz música clássica para pessoas surdas sentirem o som

O som passa por muitos volumes, linhas, timbres e canais até chegar aos ouvidos dos espectadores e, neste caso, vai além, se tornando uma experiência sensorial.

Estamos entrando cada vez mais na era dos wearables, ou seja, incorporando gadgets ao corpo e os levando para onde quisermos. Mas olha só que ideia inovadora e interessante: a The Sound Shirt é uma roupa tecnológica que reproduz música clássica para pessoas deficiência auditiva. Não é maravilhoso?

A ideia partiu da parceria entre a agência alemã Jung von Matt e a Orquestra Sinfônica de Hamburgo, que juntas querem ampliar a presença dos surdos dentro de uma sala de concerto. O som passa por muitos volumes, linhas, timbres e canais até chegar aos ouvidos dos espectadores e, neste caso, vai além, se tornando uma experiência sensorial.

Com cara de jaqueta futurista, a vestimenta funciona a partir da sonoridade de oito instrumentos distintos, captadas pelos microfones no palco. Um software traduz o som em dados, que são enviados via wireless para a roupa. A partir disso, 16 microatuadores incorporados no tecido passam a vibrar conforme a intensidade da música, permitindo um concerto sinfônico em tempo real para surdos.

O mapeamento do corpo é intuitivo na hora de captar as notas. As mais profundas, vindas do baixo, são sentidas na região do tronco, enquanto as mais leves e sensíveis, como de um violino, vão para a área do pescoço e da clavícula. Sentindo literalmente a música correndo ao redor dos membros, os espectadores não ouvintes conseguem compreender a correlação entre o que é apresentado no palco e o que é transmitido pela Sound Shirt.

Não por acaso, a ação concorreu ao Leão de Ouro no Festival Internacional de Criatividade de Cannes em 2016, junto com a brasileira Emoti Sounds, que “traduziu” os famosos emojis para deficientes visuais. O vídeo abaixo mostra como é a sensação de usar a peça tecnológica:

Fonte: Razões para Acreditar

Deixe uma resposta

Fechar Menu