Região tem 5 casos suspeitos de febre amarela; dois deles são em Suzano

Região tem 5 casos suspeitos de febre amarela; dois deles são em Suzano

Outros dois são em Itaquá e um em Mogi. Casos no Estado aumentaram, 81 casos confirmados e 36 óbitos

Suzano registrou suas primeiras suspeitas de febre amarela. Dois casos estão em investigação pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. A Secretaria Municipal de Saúde informou que três casos foram notificados como suspeita de febre amarela na cidade e apenas um foi descartado. Os outros dois casos seguem em análise. Destes pacientes, um está internado e o outro já teve alta. 
 
A pasta informou que o quadro de saúde do paciente é estável. Mais informações não podem ser divulgadas sem a autorização dos mesmos. O Alto Tietê tem cinco casos suspeitos. Em Mogi das Cruzes, o primeiro caso suspeito vai seguir para investigação. 
 
Um homem de 23 anos, morador do interior paulista, foi a Mogi para se tratar. Segundo relatos do paciente à equipe médica do hospital particular onde estava se tratando, ele viajou para Caeté, em Minas Gerais no começo do ano. Segundo a Vigilância Epidemiológica da cidade, o paciente já teve alta e passa bem. O material colhido será encaminhado para análise. 
 
Em Itaquá, mais um óbito foi confirmado pela Vigilância Epidemiológica do município. A vítima é um homem de 36 anos e a suspeita da morte é por febre amarela. O material colhido está sendo investigado pelo Instituto Adolfo Lutz e o órgão aguarda um laudo oficial do Hospital das Clínicas, em São Paulo. 
 
A previsão do resultado é de 20 dias. A morte de uma moradora, também com suspeita de febre amarela, aguarda laudo do HC. 
 
Foi divulgado na última sexta-feira (19) pela Secretaria do Estado de Saúde, um balanço dos casos de febre amarela no estado. Os dois óbitos de Itaquá não constavam na lista. No Estado, 80 casos foram confirmados e 36 evoluíram para óbito. O município de Mairiporã lidera a lista, foram 41 casos e 14 mortes. Além disso, 3 mortes foram confirmadas por reação à vacina e outros 6 óbitos estão sendo investigados. 
 
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu