Professores do Alto Tietê podem participar de concurso para diretor escolar; salário é de R$ 3,8 mil

Inscrições devem ser realizadas de 3 a 17 de julho.

Secretaria de Educação do Estado publicou nesta sexta-feira (23) o edital da abertura de inscrições e realização do concurso público para o cargo de diretor em escolas da rede estadual de ensino. São mais de 1,8 mil vagas em todo o Estado, com remuneração de R$ 3,8 mil. As inscrições devem ser realizadas pela internet entre os dias 3 e 17 de julho. A prova será aplicada em 3 de setembro e o edital pode ser consultado pela internet.

De acordo com a Secretaria, não existe um número de vagas definido por cidade. Os selecionados ficarão aptos a exercerem o cargo conforme a necessidade da diretoria de ensino escolhida.

Quem se inscrever por meio da diretoria de Itaquaquecetuba, poderá atuar no próprio município ou em Poá. Já quem se candidatar pela diretoria de ensino de Mogi das Cruzes, poderá atuar como diretor em Biritiba, Mogi ou Salesópolis.

Os inscritos em Suzano poderão trabalhar na cidade ou em Ferraz de Vasconcelos. Os interessados em trabalhar em Arujá, Guararema ou Santa Isabel deverão se inscrever por meio da diretoria de ensino de Jacareí.

Podem concorrer profissionais com tempo mínimo de oito anos no exercício do magistério e com diplomas de licenciatura plena de pedagogia e/ou pós-graduação na área de educação.

Inscrições e concurso

As inscrições são feitas pelo site do Instituto Nosso Rumo, responsável pelo processo seletivo. O candidato deverá pagar uma taxa de R$ 82,73. Ao todo são 1.784 vagas para ampla concorrência e 94 para candidatos com deficiência. A jornada de trabalho é de 40 horas e o salário inicial é de R$ 3.834,00.

O concurso é dividido em duas fases. No dia 3 de setembro os concorrentes deverão realizar uma prova objetiva, composta por 70 questões múltipla escolha sobre conhecimentos gerais e conhecimentos específicos de diretores de escolas. Em seguida será preciso fazer uma análise de títulos e experiência profissional.

Os selecionadoa ainda deverão realizar um estágio probatório para diretor de escola, que tem duração de três anos. Durante o período, os ingressantes deverão também participar do curso específico de formação ministrado pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores do Estado de São Paulo (Efap).

O programa tem carga horária de 360 horas e é voltado às habilidades de gestão. Também estão previstas avaliações anuais sobre comprometimento com as ações da Secretaria e a comunidade escolar, responsabilidade, produtividade, assiduidade e disciplina. O diretor cujo desempenho for considerado insatisfatório poderá perder o cargo.

Deixe uma resposta

Fechar Menu