Prefeituras criam planos para fazer manutenção de viadutos
Foto: Felipe Claro

Prefeituras criam planos para fazer manutenção de viadutos

Em Suzano, uma empresa especializada será contratada para promover as manutenções preventivas nas estruturas. A cidade possui três viadutos, sendo os mais conhecidos o Ryu Mizuno e Leon Feffer, além de outro na região do Jardim Natal, que segundo a prefeitura, passam por constantes trabalhos de zeladoria .

A manutenção dos viadutos e pontes voltou a ser discutida nos últimos dias após parte de um viaduto da Marginal Pinheiros, em São Paulo, ceder durante a madrugada do dia 15. No Alto Tietê, as prefeituras informaram que realizam serviços de preservação das estruturas. Depois do incidente, alguns municípios decidiram reforçar a fiscalização dos pontos.
Em Arujá existem dez pontes, que em sua maior parte são metálicas. A prefeitura informou que existe uma verba no orçamento que é destinada para o cuidado das estruturas que estão em bom estado. Mesmo com essas condições, a cidade afirmou que “por precaução irá solicitar uma análise estrutural ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas”.
Suzano, possui três viadutos, sendo os mais conhecidos o Ryu Mizuno e Leon Feffer, além de outro na região do Jardim Natal, que passam por constantes trabalhos de zeladoria da Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços Urbanos.
No entanto, depois do episódio na capital, a cidade decidiu, nesta semana, reforçar os trabalhos. Uma empresa especializada será contratada para promover as manutenções preventivas nas estruturas. Segundo a prefeitura, “Este processo está na fase de análise orçamentária e de estudos técnicos”.
Os viadutos Professor Argeu Batalha, em Braz Cubas, e Senhora Edith Leite de Carvalho, na Ponte Grande, são as estruturas existentes em Mogi das Cruzes. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, mensalmente, a parte estrutural de pontes e viadutos é avaliada para identificar possíveis trincas ou algum tipo de movimentação indevida. A pasta também realiza a análise superficial das condições externas do dispositivo viário e, identificada a necessidade, a manutenção é feita.
Segundo o secretário de Serviços Urbanos de Mogi, Dirceu Meira, as manutenções realizadas pela equipes se restringem mais a questões externas e não estruturais. “Entre dezembro e janeiro, por exemplo, já está na programação uma manutenção na passagem subterrânea Osvaldo Crespo de Abreu (Buraco do Padre), que vai envolver pintura, conserto de trincas e substituição de peças quebradas do forro”, explicou.
Em Ferraz de Vasconcelos existem dois viadutos e uma ponte que são vistoriados pelo menos uma vez ao ano. Segundo a prefeitura, “o viaduto Ayrton Senna, localizado no centro, está em perfeitas condições. Já o viaduto Vereador João Batista Camilo Neto, no Parque São Francisco, necessita de uma manutenção que engloba a recuperação dos pilares das vigas e da junta de dilatação. Esta reforma deverá ser realizada no próximo ano. O processo para contratação de empresa para realizar este serviço deve ser aberto ainda em 2018”.
Melhorias
Poá tem dois viadutos, um na região central e outro na rodovia SP-66, que liga o município a Itaquaquecetuba. De acordo com a administração municipal, eles não apresentam problemas e a manutenção é periódica nos pontos. “No momento, o viaduto da região central recebe melhorias e o viaduto da SP-66 está na programação. A Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana também vai iniciar um processo de contração de empresa especializada para vistoriar e elaborar laudos das estruturas da cidade”.
A Prefeitura de Itaquá disse que vistoria os 14 viadutos e pontes da cidade e que neste ano, os relatórios estão sendo atualizados pelos técnicos da Secretaria de
Serviços Urbanos.
Com Informações: Portal News
Fechar Menu