Prefeitura de Suzano deve exumar 84 corpos que estão em sepulturas temporárias no Cemitério do Raffo
Foto: Reprodução/TV Diário

Prefeitura de Suzano deve exumar 84 corpos que estão em sepulturas temporárias no Cemitério do Raffo

Procedimento periódico é realizado para dar espaço a novos sepultamentos no local. Famílias que queiram resgatar os restos mortais de parentes devem procurar o Cemitério Municipal São Sebastião.

Mais de 80 corpos vão ser exumados no Cemitério Municipal São João Batista, conhecido como Raffo, em Suzano. Segundo a Prefeitura, a exumação ocorre periodicamente para dar espaço a novos sepultamentos.

O edital saiu no Diário Oficial de Suzano, no início de julho e o procedimento deve ser feito a partir desta sexta-feira (2).

Os restos mortais que não forem resgatados pelos familiares devem ser encaminhados ao ossário coletivo.

Segundo a administração municipal, as famílias têm um prazo de três anos, a partir do dia do sepultamento, para retirar as ossadas.

“Depois de um corpo sepultado há três anos, a gente publica um edital. Após 30 dias a gente já tem o direito de exumar. Então quando completam três anos, a família tem que entrar com um pedido administrativo no cemitério municipal, onde nós vamos solicitar a autorização da delegacia e vigilância sanitária. Depois de cumprido esse processo, aí sim a gente agenda o processo de exumação, a família acompanha a exumação para ela trasladar esses restos mortais. Isso para as famílias que manifestam interesse em resgatar esses restos mortais”, explica Luz.

As famílias que têm a intenção de remover os restos mortais devem ir até a administração do Cemitério Municipal São Sebastião, que fica na Rua Cássia Francisco, 651, no Centro.

“Tem que estar munido da carta de traslado, a qual o cemitério que vai receber esses restos mortais, cópia do óbito, CPF e RG e comprovante de residência”, explica Fábio.

Para transferência, as famílias pagam duas taxas: a de abertura do pedido (R$33) e a de autorização da Polícia Civil e a da vigilância sanitária (R$ 382,55).

Se a exumação for interna, ou seja, transformar o terreno temporário em sepultura permanente, a pessoa fica livre das licenças da polícia e vigilância sanitária, porque os restos mortais não saem da cova.

Mais informações sobre o processo de exumação dos corpos que estão em sepulturas temporárias pelo 4748-1308.

Com Informações: G1 Mogi das Cruzes e Suzano

Fechar Menu