Patricia Marx não consegue arrecadar dinheiro na web para álbum e reclama: ‘Queria mais atenção’

‘Cadê o espaço ‘democrático’ no mercado de shows, senhores produtores??!!’, questionou a cantora

patricia

Sucesso nos anos 80 e 90, a cantora Patricia Marx, de 41 anos, tentou, através de um site de vaquinha virtual, arrecadar dinheiro para lançar um novo álbum. Sem sucesso, a artista ficou chateada e usou sua conta pessoal no Facebook para reclamar da falta de oportunidade e do desinteresse do público.

Num post em que responde as perguntas dos fãs sobre o seu novo trabalho, Patricia explica que arcou, do próprio bolso, com as despesas para a produção do novo single, “Tigresa”, lançado no mês passado.

“Um álbum tem um custo, e esse custo eu tentei angariar no Kikante, com uma campanha para gravar um EP. Porque, para gravar um álbum de 10 faixas, cada faixa sai, no mínimo bem mínimo mesmo) R$ 2 mil. (…) Teve gente aqui que reclamou que pagando 20 reais para a gravação do EP era muito caro, que precisava pegar o ônibus pra trabalhar, etc. Então, meus queridos, não tem álbum por enquanto. ‘Tigresa’ saiu do meu pequeno e generoso bolso, e da necessidade de existir através da música”, explicou ela.

Patrícia também reclamou de ser taxada de “talento desperdiçado” por estar fora do showbiz.

“O mercado mudou, como tudo na vida, certo? A questão é que no Brasil, a maioria das pessoas não tem a clareza de saber como pensar coletivamente. Sou reconhecida sim, não sou um talento desperdiçado, mas me sinto uma pessoa que fala A e as pessoas entendem B. Porque talvez o meu público não esteja tão antenado como as coisas estão realmente funcionando no mundo da música hoje. (…) Não me venham com esse papinho antigo e surrado que eu não sou reconhecida, porque minhas músicas tocam todos os dias nas rádios até hoje, e eu recebo por isso. A única coisa que eu queria, era um pouco mais de atenção ao contexto oferecido”.

Essa não foi a primeira vez que Patricia usou as redes sociais para reclamar de falta de oportunidade. Em 2013, a cantora postou um texto em seu Facebook falando da dificuldade de se manter como artista no Brasil.

“Tenho um filho (Arthur, de 16 anos) pra criar, escola para pagar, casa, comida, gasolina, 30 anos de carreira, um CD e um DVD comemorativos desses anos todos de serviço musical. Cadê o espaço ‘democrático’ no mercado de shows, senhores produtores??!! Incrível isso, vocês nem imaginam!”, protestou ela.

Patricia fez um baita sucesso nos anos 80, quando integrou o grupo Trem da alegria. A cantora emplacou diversas músicas em novelas e em paradas de sucesso.

Fonte: Extra Famosos

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu