Parque Max Feffer terá viveiro de mudas com conceito sustentável
Foto: Facebook

Parque Max Feffer terá viveiro de mudas com conceito sustentável

Novo espaço contará com cursos como jardinagem, por meio do Saspe, e programas de educação ambiental

O Parque Municipal Max Feffer, em Suzano, ganhará nos próximos dias um viveiro de mudas. As plantas que vão compor a estrutura serão transferidas do depósito que funciona atualmente no pátio de veículos da Casa Branca. O espaço contará com aulas de jardinagem e programas de educação ambiental. A Prefeitura de Suzano não divulgou uma data para a inauguração do serviço que será implantado de acordo com um conceito voltado para sustentabilidade. 
 
Segundo a Diretoria de Parques, Praças e Jardins, setor que integra a Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços Urbanos, a transferência do viveiro não terá custos para a Prefeitura, pois a iniciativa é uma contrapartida de uma construtora.
 
O objetivo da administração municipal é criar um viveiro com o conceito sustentável. De acordo com a Prefeitura, “o projeto prevê o uso de 90% de material reciclado para implantar o novo viveiro, de foma ecológica e sustentável – a água a ser utilizada, inclusive, será de reúso (aproveitamento de água da chuva)”.
 
A ideia do viveiro de mudas é apoiar e dar suporte ao projeto de arborização do município. A Prefeitura não informou qual será o tamanho da estrutura, a capacidade e quais espécies de árvores serão cultivadas no local. Além de armazenamento, o viveiro vai realizar programas de educação ambiental e cursos, como de jardinagem, que deve ser o primeiro a ser implantado no espaço. As aulas devem ser coordenadas pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe). Os detalhes dos cursos ainda serão definidos. Ainda de acordo com a administração municipal, está em estudo como será o aproveitamento da área do atual viveiro. 
 
Projeto
 
Na gestão anterior havia um projeto para que um viveiro de mudas fosse instalado no pátio de veículos no Jardim Monte Cristo. A ideia da administração do Paulo Tokuzumi era também oferecer um espaço para educação ambiental.
 
Com Informações: Portal News
Fechar Menu