Aos 60 anos, Arlindo Cruz tem obra revivida por grandes nomes da MPB em ‘songbook’

Aos 60 anos, Arlindo Cruz tem obra revivida por grandes nomes da MPB em ‘songbook’

Fora de cena por conta de problemas relacionados a um AVC sofrido em março de 2017, Arlindo Cruz completa 60 anos de vida em 14 de setembro deste ano de 2018 com homenagem fonográfica à vista.

Compositor carioca que ergueu obra de grande dimensão quantitativa e qualitativa, Arlindo terá o cancioneiro autoral regravado por grandes nomes da MPB em songbook produzido e orquestrado pelo empresário e diretor José Maurício Machline a convite da gravadora Biscoito Fino.

A ideia é reapresentar, em gravações inéditas, as 30 músicas mais expressivas dessa obra tão referencial no universo do samba e que já contabiliza cerca de 550 títulos oficiais.

Instrumentista hábil no toque do cavaquinho e do banjo, Arlindo Cruz pavimentou caminho no universo do samba carioca desde os anos 1990. Foi integrante do grupo Fundo de Quintal de 1981 a 1993. Na década de 1990, o artista formou dupla com Sombrinha (compositor ainda não valorizado na medida do grande talento), mas Arlindo ganhou maior projeção como cantor em carreira solo, sobretudo a partir dos anos 2000.

Como compositor, Arlindo Cruz é nome fundamental no universo do samba desde os anos 1980, tendo contribuído para a renovação e popularização do partido alto nessa década que projetou nomes como Zeca Pagodinho, parceiro e amigo do bamba.

Com Informações: G1 Pop & Art Blog do Mauro Ferreira

Fechar Menu