Motoristas reclamam da falta de vagas de estacionamentos
Foto: Bruna Nascimento/Divulgação

Motoristas reclamam da falta de vagas de estacionamentos

Atualmente, 1.847 vagas de Zona Azul estão disponíveis para os motoristas. O total de vagas é praticamente o mesmo entre 2017 e 2018 (a última ampliação foi em 2016, com adição de 380 vagas).

As pessoas que precisam ir ao Centro de Suzano encontram dificuldades para estacionar seus carros. A falta de vagas e o descaso dos próprios motoristas atrapalham aqueles que usam a Zona Azul (estacionamento rotativo) na região.

Atualmente, a cidade dispõe de 1.847 vagas de Zona Azul, de uma ou duas horas de duração, sendo cobrado o valor de R$ 1,50 por talão nas duas opções. O total de vagas é praticamente o mesmo entre 2017 e 2018 (a última ampliação foi em 2016, com adição de 380 vagas).

As poucas vagas e a ignorância de alguns motoristas, que em alguns casos, ocupam duas vagas para estacionar um veículo, são as principais reclamações. Aos finais de semana, por não ter lugar para deixar o carro, alguns motoristas preferem ir embora e retornar em outro dia.

É o caso do químico Antônio Bernardo da Silva, de 53 anos. Ele reclama que é muito difícil ficar no centro aos sábados. Quando não consegue estacionar, ele procura outros locais. “Tenho que ir para a Monsenhor Nuno ou Benjamin Constant. Se não encontrar vaga, eu vou embora e volto outro dia. É difícil até encontrar o pessoal da Zona Azul, eles somem e só aparecem quando a gente sai de perto do carro”, diz.

Além da dificuldade pelo número de vagas, as pessoas se queixam da falta de educação dos motoristas, tanto para estacionar quanto para andar. Valdete Maria de Oliveira, de 44 anos, é vendedora e precisa circular por Suzano com frequência. Ela diz que os motoristas não respeitam a faixa de pedestres e estacionam errado. “Em Arujá são muito educados, eu estico a mão e eles param. Aqui, eles passam e não querem saber se tem gente atravessando. Para piorar, ocupam duas vagas. Isso é Suzano.”

Gilson Junior é autônomo. Ele conta que quando não tem vaga, fica “circulando com o carro até aparecer.”
A Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana de Suzano informou que as alterações nas vagas de Zona Azul (Estacionamento Rotativo) estão em constante estudo, que um Plano de Mobilidade Urbana está em elaboração, assim como os estudos para requalificação da área central.

Com Informações: Diário de Suzano

Fechar Menu