Motorista é condenado pelas mortes de Cristiano Araújo e da namorada

Motorista é condenado pelas mortes de Cristiano Araújo e da namorada

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do motorista ainda foi suspensa por dois anos
 

O motorista Ronaldo Miranda foi condenado pelas mortes do cantor Cristiano Araújo e da namorada dele, Allana Moraes, em um acidente de carro em 2015, na BR-153, em Goiás. A sentença determina que ele cumpra 2 anos e 7 meses em regime aberto por homicídio culposo – quando não há intenção de matar. Ainda cabe recurso. Miranda disse à TV Anhaguera, afiliada da Globo, que não foi informado da decisão.

A sentença da juíza Patrícia Machado Carrijo é de 11 de janeiro, mas foi divulgada nesta quinta (18). Nela, a magistrada substitui a pena por prestação de serviços à comunidade e por prestação pecuniária de 10 salários mínimos, que serão doados a uma entidade ainda não definida. Ele também terá que pagar R$ 25 mil como reparação aos danos causados aos sucessores de cada uma das vítimas. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do motorista ainda foi suspensa por dois anos.

Cristiano e Allana morreram em acidente na madrugada de 24 de junho de 2015, depois de um show. Além dos namorados, que seguiam no banco traseiro sem cinto de segurança, também estavam no veículo o motorista e o empresário Victor Leonardo. Os dois últimos ficaram feridos, mas deixaram o hospital dias depois.

Com Informações: Correio Brasiliense

Fechar Menu