Marisa Monte acusa Prefeito Doria de usar música sem autorização

Ela e Arnaldo Antunes pediram remoção da propaganda das redes sociais

Autores da música Ainda Bem, Marisa Monte e Arnaldo Antunes acusam João Doria, prefeito de São Paulo, de fazer uso indevido da composição em vídeo divulgado nas redes sociais do político no dia 21 de agosto.

Segundo comunicado oficial publicado pela cantora, o prefeito foi notificado em conjunto com as editoras que registraram a composição (SonyATV e Universal Music Publishing) sobre o uso ilegal da obra e com o pedido de retirada imediata do conteúdo de circulação. Além disso, a solicitação visava que o público fosse informado que a canção havia sido usada sem consentimento.

A resposta assinada por João Doria foi enviada dois meses depois do pedido. Nela, o prefeito argumentou que a música no vídeo havia sido captada de forma espontânea no ambiente das gravações.

Marisa rebate a alegação e diz que o vídeo é claramente uma peça audiovisual de propaganda política, produzida, editada e finalizada, com o evidente objetivo de autopromoção. Por isso, uma uma nova notificação foi enviada elucidando tecnicamente a impropriedade de seus argumentos.

No entanto, não houve nenhuma iniciativa de Doria ou de sua equipe para retirada do conteúdo do ar. Marisa e Arnaldo precisaram solicitar a remoção diretamente às redes sociais. O Facebook e o Instagram atenderam a demanda, mas o vídeo ainda pode ser acessado no canal oficial do prefeito no Twitter e no YouTube.

Marisa inclusive sugeriu uma solução amigável e pediu que a reparação simbólica aos autores fosse efetuada para a Sociedade Viva Cazuza, que cuida de crianças portadoras de HIV na cidade do Rio de Janeiro e se sustenta através de direitos autorais do autor e artista Cazuza.

Nenhuma das sugestões de solução foi atendida. Procurada pela nossa reportagem desde às 7h30 desta quinta (30), a Prefeitura de São Paulo ainda não se posicionou sobre o caso.

Fonte: R7

Deixe uma resposta

Fechar Menu