Mais da metade dos aprovados na Unicamp veio de escola pública

Inclusão social na universidade!

Um balanço divulgado esta semana pela Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) mostra que 52% dos aprovados na primeira chamada do vestibular 2017 estudaram em escolas públicas.

1.720, do total de alunos que passaram, fizeram o ensino médio na rede pública.

Com o resultado, a Unicamp ultrapassou a meta aprovada em 2013 pelo Conselho Universitário (Consu) para inclusão social em seus cursos de graduação.

A meta estabelecida era que a Unicamp atingisse 50% de alunos vindos da rede pública em 2017.

Dos aprovados vindos da rede pública, 32,9% (571 estudantes) são autodeclarados pretos, pardos ou indígenas.

A meta aprovada pelo Consu era de 35%.

A quantidade de alunos aprovados que se autodeclararam pretos, pardos e indígenas ficou estável: 22,7% (751 estudantes) este ano contra 22,4% em 2016.

Os números divulgados são resultado das mudanças promovidas no Programa de Ação Afirmativa para Inclusão Social (PAAIS) aplicadas pela primeira vez no vestibular do ano passado.

Matrículas

Os aprovados na primeira chamada do vestibular da Unicamp devem fazer a matrícula não presencial entre os dias 14 e 15 de fevereiro.

Este ano, a Comvest registrou 73.489 inscritos no Vestibular Unicamp 2017.

Com informações: OGlobo

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu