Lobão divulga música inédita, ‘Agora é tarde’, em que afia garras contra Lula

Acompanhe abaixo a letra da música  Agora é tarde (companheiro)
lobaorigor
Lobão está divulgando música inédita, Agora é tarde (Companheiro), em que dispara munição pesada contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mesmo sem citar o nome do político do PT na letra. Lançada em vídeo posto em rotação no YouTube em 29 de fevereiro de 2016, quatro dias antes de Lula ser alvo de condução coercitiva da Polícia Federal por conta de denúncias da 24ª fase da Operação Lava-Jato, a música de Lobão não faz parte do repertório do atual álbum de inéditas do cantor, compositor e músico carioca, O rigor e a misericórdia (Independente, 2016), disco – lançado nas plataformas digitais em 1º de janeiro – cuja edição em CD está sendo posta nas lojas neste mês de março de 2016 com distribuição da Tratore. A letra de Agora é tarde (companheiro):

Agora é tarde (Companheiro)
(Lobão, 2016)

Até que ponto que eu cheguei
Fui engolir essa lorota que você inventou
Até que ponto você mentiu
Até que ponto que você brincou

Isso sem contar o tempo que eu passei
Me convencendo que devia acreditar
E vem você me enlouquecendo lentamente
Tentando disfarçar

A tua ladainha de jurar de pé juntinho
Que “não sabe de nada”, já virou refrão
Uma piada mal contada, que a galera, já de saco cheio
Quando escuta grita em coro: Pega ladrão!

Sem sair de casa aprisionado
Por aquela malandragem que em outros tempos te blindou
Só espiando pelo vão da porta
Você amarelou
Você amarelou

Pois agora é tarde
Quem mandou ficar botando banca assim se achando
Eu bem que te avisei
Mas você não escutou

Eu sei que agora é tarde
Quem mandou ficar botando banca assim se achando
Eu bem que te avisei
Mas você não escutou

Agora é você que vive andando pelos cantos
Todo aí traumatizado quando o povo te vê
Só de ouvir falar, troca de calçada, muda de assunto
Começa a se benzer

Há muito tempo que eu já lhe digo
toma jeito, companheiro, chega de enganar
Porque o japa da PF, irmão
Vem te algemar
Vem te algemar

Eu lamento mas agora é tarde
Quem mandou ficar botando banca assim se achando
Eu bem que te avisei
Mas você não escutou

Por isto agora é tarde
Quem mandou ficar botando banca assim se achando
Eu bem que te avisei
Mas você não escutou não
Mas você não escutou não

Você não escutou não
Você não escutou não, não
E agora é tarde
É tarde

 

Fonte: Notas Musicais

Deixe uma resposta

Fechar Menu