Fundo Social abre inscrições para ‘Miss e Mister Melhor Idade’
Foto: Divulgação

Fundo Social abre inscrições para ‘Miss e Mister Melhor Idade’

Idosos com idade a partir de 60 anos podem participar do concurso

Suzano se prepara para mais uma edição do concurso “Miss e Mister Melhor Idade”. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas a partir das 8 horas desta segunda-feira (05/08) na sede do Fundo Social de Solidariedade ou no Centro de Convivência da Melhor Idade (CCMI) Maria Picoletti.

Poderão participar pessoas com idade superior a 60 anos. O prazo de adesão se encerra em 16 de agosto (sexta-feira) e o concurso será realizado em 18 de setembro (quarta-feira), no Teatro Municipal Dr. Armando de Ré, às 18 horas.

No ato da inscrição, é preciso apresentar documento de identificação e comprovante de endereço junto ao CCMI, localizado no número 1.375 da rua Benjamin Constant, ou no Fundo Social, que fica na sala 224 do Paço Municipal Firmino José da Costa (Rua Baruel, 501 – centro / segundo andar), das 8 às 17 horas. As inscrições estarão disponíveis entre os dias 5 e 16 de agosto.

Na última edição, o concurso recebeu 30 participantes que desfilaram em conjunto e individualmente para os jurados, sendo avaliados nos quesitos de Beleza, Simpatia e Desenvoltura. O casal vencedor do concurso em 2018 deverá passar adiante as coroas do título na próxima cerimônia, prevista para acontecer em 18 de setembro.

Vale destacar que a ação visa enaltecer a beleza dos suzanenses que têm idade igual ou superior a 60 anos, além de valorizar a autoestima do público da terceira idade. Os premiados também poderão concorrer no próximo “Miss e Mister Melhor Idade São Paulo”, representando a cidade de Suzano. A expectativa é de que concurso repita o sucesso das edições anteriores, que chegou a receber 300 pessoas entre convidados, amigos e familiares que torceram por cada participante.

Para a presidente do Fundo Social, a primeira-dama Larissa Ashiuchi, a ação já faz parte das atividades voltadas à inclusão e acolhimento deste público no município. Ela concluiu dizendo que o trabalho desempenhado pelo CCMI mostra que, além de oficinas e oportunidade de mais conhecimento e contínuo desenvolvimento, a importância da convivência dos próprios idosos entre si é essencial para manter a autoestima e a vida social ativa.

Com Informações: Secop

Fechar Menu