Fiscalização notifica 600 comércios considerados não essenciais em Suzano
Foto: Reprodução/ TV Diário

Fiscalização notifica 600 comércios considerados não essenciais em Suzano

De acordo com informações da diretoria de Fiscalização de Posturas da Prefeitura, bares e tabacarias foram os estabelecimentos que mais infringiram as determinações municipais e estaduais em relação aos decretos de isolamento social.

Mais de 600 comércios não essenciais foram notificados pela Prefeitura de Suzano durante o período de quarentena na cidade. De acordo com informações da diretoria de Fiscalização de Posturas da Prefeitura, bares e tabacarias foram os estabelecimentos que mais infringiram as determinações municipais e estaduais em relação aos decretos de isolamento social.
A municipalidade informou que, por não fazerem parte da lista de comércios e atividades essenciais, esses estabelecimentos não podem abrir, nem mesmo agora na segunda fase do Plano São Paulo, quando foram liberados comércios de rua, shoppings, escritórios e igrejas.
As notificações realizadas junto aos estabelecimentos comerciais acontecem tanto por meio de denúncias encaminhadas pela população, quanto por ações programadas realizadas pela administração municipal.
Informativo
Segundo a Prefeitura, todas as notificações efetuadas possuem caráter informativo e educativo. Entretanto, em caso de reincidência, o caso é levado à polícia e o ponto comercial pode sofrer o cancelamento do alvará de funcionamento, impedindo a abertura do local de forma definitiva.
A diretoria de Fiscalização do município informou que as ações são realizadas por meio de 9 agentes do setor em conjunto com a Guarda Civil Municipal (GCM) e com o apoio da Polícia Militar. Recentemente, a municipalidade realizou um concurso público com uma vaga para agente de fiscalização de posturas, para reforçar o quadro de funcionários do setor, ampliando as ações na quarentena.
As denúncias, em caso de descumprimento da quarentena por estabelecimentos não essenciais, podem ser encaminhadas por três caminhos. O primeiro é pelo próprio telefone da Fiscalização de Posturas que é o (11) 4745-2046. Outra forma de realizar denúncias é pelo telefone da Guarda Civil Municipal no (11) 4746-3297, ou então pelo número da Ouvidoria Geral do Município pelo 0800-774-2007.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu