Fiscalização do TCE encontra armas e viaturas com defeitos e delegacias do Alto Tietê com infiltração e sem AVCB e acessibilidade
Foto: Diário de Suzano

Fiscalização do TCE encontra armas e viaturas com defeitos e delegacias do Alto Tietê com infiltração e sem AVCB e acessibilidade

Em Suzano há 13 viaturas, das quais só 11 estão em condições de uso e 10 delas têm ao menos um problema. Segundo o relatório, as revisões não estão em dia. Os fiscais do TCE relataram ainda que a delegacia não conta com sala para triagem ou para atender casos especiais, o banheiro não estava limpo, não há almoxarifado para armazenar materiais, e o prédio ainda apresenta problemas de infiltração, elétrica e hidráulica.

Uma fiscalização do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) em sete delegacias do Alto Tietê encontrou armas com defeito, viaturas com problemas, infiltração no prédio e todas sem o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) e acessibilidade. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) informou que iniciou um programa para reformar e modernizar as unidades.

A maior parte dos problemas se repete nas unidades, mas os Distritos Policiais de Salesópolis e Suzano apresentaram uma situação mais grave. No relatório do TCE consta que há armas com pane que podem causar acidentes nas unidades.

Além disso, em Suzano há 13 viaturas, das quais só 11 estão em condições de uso e 10 delas têm ao menos um problema. Segundo o relatório, as revisões não estão em dia.

Os fiscais do TCE relataram ainda que a delegacia não conta com sala para triagem ou para atender casos especiais, o banheiro não estava limpo, não há almoxarifado para armazenar materiais, e o prédio ainda apresenta problemas de infiltração, elétrica e hidráulica.

Arujá

O Distrito Policial de Arujá não conta com área para triagem dos atendimentos e também para atender a casos especiais. Também não há espaço de almoxarifado.

Ferraz

Na delegacia de Ferraz de Vasconcelos, a jornada de trabalho dos agentes não fica em local visível ao público e os banheiros estavam sujos na hora da fiscalização. O agente do TCE ressaltou que além do prédio ter infiltração, vazamento e rachadura, a escada tem degraus irregulares, que comprometem a segurança dos funcionários.

Todas as oito viaturas têm mais de 10 anos de idade de uso e demoram para passar por manutenção, apontou a fiscalização.

Itaquaquecetuba

A delegacia do Centro de Itaquaquecetuba foi flagrada pelo fiscal do TCE com apenas um funcionário na triagem, causando espera excessiva para quem precisa de atendimento. Foi pontuado pelo fiscal ainda que não há sala reservada às ocorrências especiais.

Os banheiros da delegacia estavam sujos e o prédio não tinha extintor de incêndio. Nove das dez viaturas apresentavam algum problema.

Mogi das Cruzes

Em Mogi das Cruzes os fiscais estiveram no 1º DP. O fiscal listou que no local não há divulgação da escala dos funcionários e que as celas para abrigar os presos provisórios são sujas, sem janela, e “sem condições de abrigar alguém, mesmo que por pequeno período”.

Das seis viaturas, apenas quatro estavam em condições de uso, mas todas elas apresentavam ao menos um problema. Também não há histórico da manutenção desses veículos.

Segundo o TCE, o prédio não conta com almoxarifado para armazenar corretamente o material de expediente

Poá

Além da falta de acessibilidade e AVCB nas sete delegacias pesquisadas, em Poá os banheiros não estavam em boas condições de limpeza e o prédio também não contava com sala para atendimento especial, além de inundar quando chove.

Todas as sete viaturas da unidade apresentam ao menos um problema, mas três foram listadas em condições precárias, indicou o TCE.

Salesópolis

As condições da recepção da delegacia de Salesópolis foram apontadas como não adequadas pelo fiscal do TCE que vistoriou a unidade. Há rachadura na parede e duas das quatro viaturas estão com ao menos um problema. Há ainda indício de dificuldade para realizar a manutenção nos veículos.

O outro lado

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) informou que a Polícia Civil iniciou um programa para reformas e modernização das delegacias paulistas. Técnicos do Departamento de Administração e Planejamento da instituição estão atualizando os projetos já existentes e realizando vistorias técnicas nos distritos policiais para apontar as melhorias necessárias.

A Polícia Civil recebeu o relatório no começo do mês e avalia o conteúdo para eventuais providências, informou nota enviada ao G1.

Com Informações: G1 Mogi das Cruzes e Suzano

Fechar Menu