Fim da injeção para colher sangue: EUA aprovam novo dispositivo

Chega de dor, medo de injeção e “furadas” desnecessárias. Uma nova invenção está chegando ao mercado pra mudar tudo isso.

Foi aprovado pela agência americana FDA e pode começar a ser vendido ainda este ano o TAP: Touch Activated Phlebotomy, ou Flebotomia Ativada pelo Toque – desenvolvido pela Seventh Sense Biosystems.

O dispositivo, idealizado em 2014, chamou a atenção de investidores milionários e agora vem sendo apresentado em eventos de tecnologia de saúde.

Como 

Para utilizá-lo, o profissional de saúde só precisa limpar a área, prender o TAP no braço do paciente e apertar um botão.

30 agulhas fininhas penetram as camadas mais superficiais da pele e começam a coletar o sangue, num procedimento que dura em média dois minutos.

O aparelho foi projetado para coletar 100 microlitros de sangue, a quantidade mais comum para exames feitos nos Estados Unidos.

Os desenvolvedores garantem que o procedimento não causa nenhuma dor e ressaltam que milhões de norte-americanos deixam de fazer exames por causa do medo de agulhas, o que seria resolvido pelo TAP.

“A TAP tem o potencial de transformar a coleta de sangue de uma experiência inconveniente, estressante e dolorosa para uma pessoa pode fazer a si mesma em qualquer lugar, tornando o monitoramento da saúde muito mais fácil tanto para os profissionais de saúde como para os pacientes”, disse Howard Weisman , CEO da 7SBio.

Testes

A empresa já fez testes e recebeu autorização do FDA, Food and Drug Administration, órgão do governo dos Estados Unidos responsável pelo controle de medicamentos e equipamentos médicos, o que faltava para iniciar a produção e vendas

Cada unidade deverá custar cerca de 30 dólares, pouco mais de 100 reais.

A empresa também prepara novas versões do TAP para permitir que os pacientes coletem seu próprio sangue em qualquer lugar.

Com Informações: http://www.sonoticiaboa.com.br

Deixe uma resposta

Fechar Menu