Fãs de Anitta cobram R$ 15 pagos a empresários para terem acesso ao camarim da cantora

anitta

Em meio a uma guerra judicial envolvendo Anitta e seu antigo escritório, a K2L empreendimentos artísticos, surge uma legião de fãs que começa a reclamar sobre uma taxa de R$ 15 que era cobrada por um crachá de fã oficial da cantora. Esta identificação daria direito, entre outras coisas, a visitas ao camarim da cantora em dias de show. Só que esses crachás nunca foram entregues.

A coluna foi atrás da cantora e da empresa para pedir explicações sobre a tal cobrança. A assessoria da K2L declarou: “Todas as credenciais estão sendo entregues conforme programação previamente feita. A agência reforça que todos os fãs receberão as credenciais e as mesmas têm validade para os shows fechados pela K2L até o final do ano.”

No entanto, a assessoria de imprensa da cantora diz desconhecer a confecção dessas credenciais que dão acesso ao camarim de Anitta. “Os fãs me passaram essa informação só depois do rompimento do contrato com a K2L. Antes, eu não sabia e não tenho nenhum envolvimento com essa cobrança”, avisou a cantora. Apesar disso, Anitta diz que vai manter a validade das credenciais. “Nunca vou deixar meus fãs na mão”.

Depois que decidiu deixar a K2L, Anitta abriu a empresa Rodamoinho Produções Artísticas, que agora é a administradora oficial de sua carreira. Anitta continua na gravadora Warner Music e a Rodamoinho passa a comercializar os shows, campanhas publicitárias e as demais atividades ligadas à imagem da artista, cuidando, assim, de toda a gestão da carreira dela.

Fonte: Coluna Léo Dias

Comente (28)

Deixe uma resposta

Fechar Menu