Doria condecora 23 pessoas por atuação no dia do massacre em Suzano
Foto: Gabriela Gonçalves/G1

Doria condecora 23 pessoas por atuação no dia do massacre em Suzano

Entre os homenageados está a merendeira que usou utensílios da cozinha para proteger os alunos, três policiais da Força Tática e a aluna que lutou contra os assassinos.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), condecorou, na tarde desta quinta-feira (28), 22 funcionários públicos que atuaram no massacre na escola estadual Raul Brasil, de Suzano, no dia 13 de março.

Além dos funcionários, a aluna Rhillary Barbosa dos Santos, que lutou contra um dos assassinos, também foi condecorada.

Foram homenageados: o prefeito da cidade de Suzano; dois vice-diretores da escola; quatro professores do ensino fundamental; dois professores do centro de línguas; três merendeiras, incluindo Silmara, que usou utensílios da cozinha para proteger os alunos; três policiais da Força Tática; um policial, que estava à paisana no dia do massacre; a aluna Rhillary e seis representantes dos hospitais da região que atenderam os feridos.

Doria lembrou a ação rápida de atendimento dos policiais militares, a atitude das professoras de “trancar” com móveis as portas do centro de línguas e das merendeiras que esconderam alunos na copa e os hospitais que ajudaram a salvar as vidas dos feridos.

O governador, antes de homenagear os presentes, pediu um minuto de silêncio pelas vítimas do massacre.

“Esse gesto não traz vidas de volta mas reconhece o esforço daqueles que impediram que essa tragédia fosse ainda maior”, disse durante o discurso.

Homenageados desta quinta-feira:

  • Agnaldo dos Reis Xavier (professor do ensino regular)
  • Anderson Luiz Camargo (policial militar da Força Tática)
  • Ariana Aparecida da Silva Torres (policial militar da Força Tática)
  • Beatriz Gonçalves Fernandes (aluna)
  • Carlos Alberto da Silva (professor do Centro de Línguas)
  • Carlos Marcelo Campos de Almeida (professor do ensino regular)
  • Cícera Celestino Torres (professor do ensino regular)
  • Claudete de Mattos Fratin de Oliveira (professor do Centro de Línguas)
  • Eduardo Andrade Santos (policial à paisana)
  • Gerson Costa dos Santos (professor do ensino regular)
  • Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP
  • Hospital de Clínicas Luzia de Pinho Melo
  • Hospital Geral de Itaquaquecetuba
  • Hospital Santa Maria
  • Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Suzano
  • Jussara Aparecida de Melo (professor do Centro de Línguas)
  • Lilian Keli Guilherme de Lima (vice-diretora)
  • Luzinete Alves dos Santos (merendeira)
  • Paloma Correia Pires (professor do Centro de Línguas)
  • Prefeitura Municipal de Suzano
  • Pronto Socorro Municipal de Suzano
  • Rhyllary Barbosa de Souza (aluna)
  • Rosemeire Perrella Leite da Silva (professor do ensino regular)
  • Sandra Aparecida Ferreira (merendeira)
  • Sandra Marques Figueira Peres (professor do ensino regular)
  • Silmara Cristina Silva de Moraes (merendeira)
  • Teresinha de Lourdes Lima Oliveira (professor do ensino regular)
  • Valdecir Gomes da Silva (vice-diretor)
  • Vantuir Rodrigues Diniz (policial militar da Força Tática)

Com Informações: G1 Mogi das Cruzes e Suzano e Ass.Imprensa Gov.SP

Fechar Menu