Doria anuncia que 21 mil idosos receberão leite e suplemento em SP
ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Doria anuncia que 21 mil idosos receberão leite e suplemento em SP

Medida, que busca fortalecer saúde de idosos contra o coronavírus, deve ocorrer entre abril e junho. Suplementos serão distribuídos em abrigos.

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, nesta quarta-feira (1º) que 21 mil idosos receberão leite e suplementos vitamínicos por meio da ampliação do programa Viva Leite. A medida, que busca fortalecer a saúde dos idosos, que são o principal grupo de risco de infecção pelo coronavírus, deve começar dia 6 de abril e se estender até 6 de junho, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social. Serão distribuídos leites aos idosos em abrigos e residências socioassistenciais.

“Vamos atender as pessoas com mais de 60 anos que estão em abrigos e com necessidades de acolhimento e assistência especial”, disse Doria. Segundo o governador, os idosos devem receber 15 litros de leitos com ferro e vitaminas. As pessoas com mais de 60 anos devem receber, afirmou o governador, uma suplementação. O governo fez uma parceria com uma empresa privada do setor para a doação do alimento.

O secretário de Estado de saúde, José Henrique Germann, afirmou que São Paulo tem 2.339 casos confirmados de covid-19, doença causada pelo coronavírus, 256 pessoas estão internadas em Unidades de Terapia Intensiva e 281 estão internados em enfermarias, casos considerados leves. O secretário disse ainda que 16 mil testes aguardam na fila para o resultado.

A Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Célia Parnes, afirmou que a medida busca atender idosos com quebras de vínculos com a família. “Muitos são abandonados pela família, outros são vítimas de violência”, disse. “Buscamos fortalecer, dar energia, robustez para que possam enfrentar epidemia de coronavírus com saúde e boa nutrição.”

Com Informações: R7

Fechar Menu