Diretor do Hospital das Clínicas de Suzano deixa o cargo
Foto: Divulgação

Diretor do Hospital das Clínicas de Suzano deixa o cargo

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, Fábio Ajimura recebeu uma nova proposta de trabalho. O funcionamento na unidade segue normalmente, inclusive, o governo do Estado busca a efetivação de um convênio com a Prefeitura de Suzano para contratação de 40 psicólogos para atuar no caso da Escola Raul Brasil.

O diretor-executivo do Hospital das Clínicas (HC) de Suzano, Fabio Ajimura, deixou o cargo nessa terça-feira (7). Ele pediu demissão porque, segundo a Secretaria de Saúde do Estado, recebeu uma nova proposta de trabalho.

O funcionamento na unidade segue normalmente, inclusive, o governo do Estado busca a efetivação de um convênio com a Prefeitura de Suzano para contratação de 40 psicólogos para atuar no caso da Escola Raul Brasil.
Essa parceria seria por meio do HC.

A primeira tentativa de contratação via Estado e município não vingou por conta de burocracias jurídicas. Os 40 profissionais deverão sanar a fila de espera pelo atendimento psicológico na cidade. Segundo a Prefeitura, cerca de 1,1 mil pessoas aguardam apoio psíquico no município. Além disso, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) recebem diariamente 20 atingidos (diretamente ou indiretamente) pela tragédia.

O CAPS tem hoje 14 psicólogos disponíveis. Desses, sete estão designados a atender as demandas do Raul Brasil. No total, 185 pessoas envolvidas diretamente no caso estão sendo atendidas pela Prefeitura, assim como 200 pessoas indiretamente também estão recebendo apoio. Além desses, 24 pessoas receberam atendimento em domicílio e 50 foram acolhidas nas universidades.

Com Informações: Diário de Suzano

Fechar Menu