DER publica edital para recuperação da Índio-Tibiriçá
Foto: Sabrina Silva/Divulgação

DER publica edital para recuperação da Índio-Tibiriçá

Recebimento dos envelopes será dia 25 de setembro

Foi publicado no Diário Oficial do Estado, o edital de licitação do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) para contratação de obras de recuperação no pavimento asfáltico e de revitalização da sinalização da rodovia Índio- Tibiriçá (SP-31).
Além da extensão suzanense, a rodovia será contemplada entre os trechos de São Bernardo do Campo, Santo André e Ribeirão Pires. Ao todo, 37,2 quilômetros da via receberão os serviços, que estão orçados em R$ 30,8 milhões.
Ainda segundo o DER, responsável pela rodovia, o prazo de execução das obras após o término do processo licitatório, e o início dos serviços é de 12 meses. Com a publicação do edital, o recebimento dos envelopes contendo as propostas de preços e documentação das empresas interessadas no certame, foi agendado para às 14h30 do dia 25 de setembro.
Conforme publicado em agosto de 2017, o DER investiu R$ 1,4 milhão na SP-31. Na época, o departamento disse que foram executados serviços de recapeamento da pista e pavimentação dos acostamentos existentes entre os quilômetros (km) 45, 57 e no 70, além da implantação de faixas e rotatórias nos km 62 e 68, com extensão de 12,4km.
A reportagem seguiu o trajeto da rodovia até divisa do município de Ribeirão Pires, no bairro Ouro Fino, e constatou alguns trechos que necessita de manutenções e reparos, como falta da faixa de pedestre, pintura nas lombadas no quilômetro 54, e a falta de reparo no radar, próximo ao quilômetro 55.
Com relação aos quilômetros (km) 59, 62, 63, 65, 66, 67 e 69, a falta de calçadas do lado esquerdo -sentido Ribeirão Pires-, coloca em risco os pedestres que necessitam utilizar os acostamentos da rodovia para seguirem trajeto. Com relação as placas de sinalização, o trecho que recebe uma média de 22,4 mil veículos na região, está em perfeitas condições. Ainda de acordo com o DER, a SP-31 recebe serviços de manutenção e conservação, como tapa buraco e limpeza, sem contar nos serviços de reforço na sinalização que são realizados sempre que há a necessidade.
Com Informações: Diário de Suzano
Fechar Menu