Delegacias da região passam a atender apenas casos graves e reforçam medidas contra o coronavírus
Foto: Arquivo/DS

Delegacias da região passam a atender apenas casos graves e reforçam medidas contra o coronavírus

Prioridade de registro será para casos como: flagrantes de crimes, estupro, estupro de vulnerável, violência doméstica, roubo – com retenção de vítima-, latrocínio e homicídio. No site da SSP, a pessoa pode registrar casos como: roubo e furto de veículo; furto ou perda de documentos e/ou celulares; entre outros.

As delegacias do Alto Tietê passam a atender casos específicos e mais graves diante da grave crise provocada pelo coronavírus. A reportagem apurou que policiais estão orientando a população quanto ao tipo de ocorrência considerada ‘relevante’: flagrantes de crimes, estupro, estupro de vulnerável, violência doméstica, roubo – com retenção de vítima-, latrocínio, homicídio e desaparecimento estão na lista dos casos com prioridade. Além disso, as unidades suspenderam, por tempo indeterminado, as intimações.

As medidas emergenciais foram publicadas, na terça-feira, 17, pelo delegado geral da Polícia Civil, Ruy Ferraz Fontes. O documento diz que será “vedado negar atendimento a quem quer que procure unidade policial, orientando a pessoa, na hipótese de não realização do ato de polícia judiciária, a respeito da possibilidade de fazê-lo por meio da Delegacia Eletrônica”.

No site da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a pessoa pode registrar casos como: roubo e furto de veículo; furto ou perda de documentos e/ou celulares; roubo de documentos e/ou celulares; injúria, calúnia ou difamação; acidente de trânsito sem vítimas, entre outros.

Segundo o delegado-assistente da Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes, Julio Vaz, as delegacias da região vão receber um reforço de materiais de higiene, como álcool em gel, máscaras e luvas, além de intensificar a limpeza das dependências.

Vaz também falou sobre as orientações dadas se algum policial estiver em estado gripal. “[…] Deverá manter comunicação com o superior hierárquico. Os atendimentos à população estão mantidos regularmente”, frisou.

Com Informações: Diário de Suzano

Fechar Menu