Consumidores evitam feira noturna de Suzano

Eles alegam que jovens consomem bebida e drogas no espaço.

Feira Noturna

Os comerciantes que têm barraca na feira noturna de Suzano reclamam da falta de segurança no local. Eles apontam que jovens consomem drogas no local. “O pessoal fica usando droga, usando bebida alcoólica e desrespeitando as pessoas, as famílias que vêm comprar. O movimento está caindo”, afirmou um feirante, que por questões de segurança prefere não se identificar.

Quando começa a escurecer por volta de 18h, os feirantes percebem que o movimento na feira fica menor. Eles dizem que os clientes deixam o local com medo da movimentação de jovens que se reúnem com frequência no local. “Dá medo do pessoal. De repente, tem um rolezinho? A gente faz as coisas tudo rapidinho e vai embora. Os jovens formam grupos em um tipo de encontro, conhecido como “rolezinho”, contou uma consumidora que por medo não quis se identificar.

Eles conversam, namoram e tomam conta do espaço. O som alto, chama atenção. Alguns rapazes foram flagrados com copos na mão. Outros, pareciam estar usando drogas. Com medo, muitos consumidores evitam frequentar o local com a família. “Quando eu venho, venho com minha esposa e o meu filho de 13 anos. Eu sempre vinha, agora eu estou parando de vir por causa desses rolezinhos que estão acontecendo na feira de Suzano”, disse um consumidor que não quis se identificar.

A Prefeitura de Suzano informou que desde o começo do ano passado existe o Gabinete de Gestão Integrada Municipal, responsável por evitar esse tipo de ação dos jovens. Trata-se de uma parceria entre as polícias Civil e Militar e Conselho Tutelar. O conselho, por exemplo, notou que muitos dos jovens que se reuniam na feira estavam em horário de aula. Por isso, o órgão entrou em contato com as famílias de cada um para cobrar providências.

De acordo com a Prefeitura, também desde o ano passado os casos de aglomeração desses jovens na feira noturna foram reduzidos em 90%. A administração municipal acrescentou que todas as quartas-feiras pelo menos uma equipe da Guarda Municipal monitora o espaço. Uma posição foi pedida para a Polícia Militar, mas ainda não houve resposta.

Fonte: G1 Mogi das Cruzes e Suzano

Deixe uma resposta

Fechar Menu